Regulador da web lança corrida por novos nomes de domínios

Obter o sufixo de uma marca, de um produto ou de qualquer outra palavra custa US$ 185.000, além do pagamento de uma cota anual de US$ 25.000

São Francisco - Uma nova febre do ouro da era informática tem início nesta quarta-feira, quando o organismo que regula a infraestrutura técnica da web revelar os pedidos de novos nomes de domínio na internet, como <.web> ou <.porno>, entre outras extensões mais inusitadas.

A agência independente responsável por regular os nomes de domínio na rede, a ICANN, deve revelar em Londres os mais de 1.900 pedidos de adjudicação de nomes de domínios diferentes dos habituais <.com> ou <.org>. Atualmente existem apenas 22 sufixos aprovados.

As empresas, associações, organizações e inclusive celebridades interessadas em novos domínios tiveram até 30 de maio para apresentar seus pedidos à ICANN.

Obter o sufixo de uma marca (<.apple>, <.toyota> ou <.nutella>), um produto (<.câmera>, <.bicicleta>, <.sapato>), ou qualquer outra palavra custa 185.000 dólares, além do pagamento de uma cota anual de 25.000 dólares. A ICANN embolsou 352 milhões de dólares por estes pedidos.

Em poucos meses, quando a organização validar estes pedidos, será possível encontrar sites com domínios <.Paris> ou <.FMI>.

Esta ampliação, controvertida, foi necessária devido à explosão do número de usuários na rede, que chega a dois bilhões de pessoas em todo o mundo, a metade na Ásia, segundo a ICANN.

"Este é um momento histórico para a internet", afirmou Bhavin Turakhia, chefe da empresa de hosting Directi, que pediu o registro de 31 sufixos, como <.web> e <.música>.

As empresas que obtiverem os direitos de certos domínios poderão receber comissões anuais das empresas vinculadas aos nomes de domínio. Estas comissões podem ser de 10 dólares, ou muito maiores, se o sufixo estiver relacionado com endereços de maior prestígio.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também