Por que a Samsung criou um refrigerador bivolt só para o Brasil

Com tecnologias que ficam nos bastidores, o dispositivo chamado Evolution RT46 pode ajudar a multinacional a dobrar sua participação em pontos de venda brasileiros

A multinacional de origem sul-coreana Samsung tem presença forte em setores como celulares e TVs no mundo, sendo líder em ambas as categorias no ano de 2020, segundo as consultorias de mercado Counterpoint Research e Omdia, respectivamente. Em sua estratégia de casa conectada, a empresa tem criado aparelhos compatíveis com aplicativos para celular, como a lavadora QDrive, a geladeira Family Hub, o ar condicionado WindFree, o aspirador-robô PowerBot e o notebook Galaxy Book S. A plataforma que integra todos os dispositivos é chamada SmartThings e está disponível para smartphones com sistemas operacionais Android e iOS. Por que, então, a Samsung resolveu lançar um refrigerador desenvolvido para o Brasil que vem sem conectividade integrada?

Vendido a 3.999 reais, o produto em questão é chamado Evolution RT46. Além de tamanho generoso em relação a geladeiras de entrada, o aparelho possui funções como o resfriamento rápido no congelador para deixar bebidas, sorvetes e carnes resfriadas rapidamente. Apesar de bastante útil no dia a dia, a função não é o principal diferencial do produto no mercado. 

A Evolution é uma geladeira compatível tanto com tomadas 100V quanto 220V, e isso muda o jogo para a fabricante e para o setor no Brasil. Segundo Helbert Oliveira, diretor da divisão de eletrodomésticos para a Samsung no Brasil, esse ponto é crucial para a estratégia da empresa: dobrar a presença nos pontos de venda brasileiros em 2021. Na faixa de preço do produto, por volta de 3.500 reais, concorrentes, como Brastemp e Consul, não vendem refrigeradores bivolt no Brasil.

A vantagem do aparelho ser bivolt pode não ser tão óbvia, mas vai além da possibilidade de plugar o produto em qualquer tomada brasileira. O produto tem uma tecnologia chamada Powervolt, que o torna mais resistente a picos de energia que podem acontecer nas redes elétricas de casas e apartamentos brasileiros, especialmente durante tempestades. Mas o benefício para os negócios não é apenas esse. As varejistas saem ganhando também. Com a presença de tomadas de voltagens distintas em diferentes regiões do Brasil, o custo operacional logístico das empresas pode ser reduzido com um produto bivolt, o que é especialmente importante em um país com dimensões continentais. 

Segundo dados da consultoria GFK, obtidos pela EXAME, o mercado de refrigeradores no Brasil em 2020 teve um crescimento de 27% em faturamento, 16% em unidades e 10% de preços em relação ao ano de 2019. Ou seja, a quarentena ajudou a impulsionar o mercado, mesmo em um ano de home office e fechamentos em escolas e estabelecimentos comerciais.

Confira, abaixo, a entrevista na íntegra com Helbert Oliveira, da Samsung. 

Helbert Oliveira, diretor de eletrodomésticos da Samsung Brasil Helbert Oliveira, diretor de eletrodomésticos da Samsung Brasil

Helbert Oliveira, diretor de eletrodomésticos da Samsung Brasil (Samsung/Divulgação)

Por que a Samsung criou um produto exclusivo para o mercado brasileiro?

O mercado brasileiro é um dos cinco maiores do mundo para dispositivos para casa. Estudamos as necessidades dos consumidores e os desafios enfrentados no país e criamos o produto para o Brasil.

O lançamento ocorre em meio a uma alta no mercado de geladeiras no Brasil. A ideia é aproveitar esse movimento de mercado para impulsionar o novo produto?

O mercado de refrigeradores cresceu quase 20% no Brasil no ano passado. A Samsung cresceu 50% mais do que o mercado, segundo dados da GFK. A linha Evolution ajudará a manter o mercado aquecido tanto para o consumidor quanto para o varejo. Com as pessoas mais tempo em casa, há um aumento de procura por dispositivos para casa. Estamos em um novo ciclo de linha branca após dez anos, que é o ciclo de vida aproximado desses aparelhos. O parque instalado começará a ser renovado. A Eletros prevê a recuperação do mercado, voltando ao patamar de 2019. 

Quais são os principais diferenciais do refrigerador Evolution?

A linha Evolution traz a tecnologia chamada Powervolt, que torna o produto mais resistente a picos de energia, como pode acontecer em caso de raios. O consumidor não precisa ficar preocupado com essas adversidades. A tecnologia também permite que as geladeiras funcionem automaticamente em tomadas 110 ou 220V. Isso traz mais segurança ao consumidor. Por ser bivolt, o ganho logístico operacional para o varejo é grande. As varejistas podem tornar suas operações muito mais fáceis no Brasil. Com isso, temos a ambição de dobrar a nossa presença em pontos de vendas no Brasil neste ano. 

A economia de energia é um fator de compra muito importante para o consumidor brasileiro. E a nossa tecnologia de compressão chamada digital inverter proporciona essa redução do gasto de energia em relação a produtos que não têm essa tecnologia. O design também tem peso no lançamento por ser o primeiro a vir na versão preta no nosso portfólio de produtos à venda. Vale notar que o consumidor que compra um produto que dura, em média, 10 anos quer fazer uma compra certeira. Para garantir isso, temos garantia de 10 anos no motor digital inverter.

O novo refrigerador não tem conectividade, presente em diversos outros produtos. Ela pode ser conectada ao aplicativo Smart Things de alguma forma?

Não. O negócio de refrigeradores nos permite uma ampla atuação de mercado, de produtos conectados aos mais simples e comuns no mercado brasileiro. A linha Evolution vem para dar acesso à tecnologia em um segmento de mercado que tem pouca inovação. O produto traz atributos de tecnologias de outras linhas, como o Power Cooling, que permite a refrigeração rápida para comidas e bebidas no congelador. Temos objetivos audaciosos que estão ligados ao desenvolvimento da linha Evolution no mercado brasileiro. Essa será a área que mais irá crescer na divisão de Consumer Electronics no Brasil em 2021.

A geladeira é montada no Brasil?

Apesar de ter sido criada no Brasil, ela é montada na Ásia e trazida para o Brasil.

Qual é a expectativa de aceitação da linha Evolution no mercado brasileiro?

As expectativas são bem altas. Vivemos um novo ciclo de consumo e trazemos um produto mais completo que, tradicionalmente, é uma categoria simples no Brasil. Os produtos têm a tecnologia Powervolt, que é exclusivo no Brasil, e, devido às suas inovações e às facilidades que traz ao varejo, esperamos levar o negócio de refrigeradores a um novo patamar. 

Review — Evolution RT46 e suas tecnologias porta adentro

Muito se engana que a Evolution não tem tecnologias só por não estar conectada ao celular. A RT46 tem como tecnologia mais visível o recurso de resfriamento rápido do congelador. Em um painel discreto posicionado na porta do freezer, é possível ajustar facilmente a temperatura e acionar a função que é chamada de Power Cooling.

Samsung Evolution RT46 Evolution RT46: recurso acelera resfriamento do freezer

Evolution RT46: recurso acelera resfriamento do freezer (Samsung/Divulgação)

Por dentro, a Evolution RT46 tem o motor digital inverter, usado em outros produtos de linha branca da marca. Seu diferencial é evitar o liga/desliga do motor que pode causar picos de energia e barulhos. Com isso, a RT46 é consideravelmente silenciosa.

Na esteira das tecnologias voltadas para o consumo moderado de energia elétrica, a RT46 utiliza luzes LED para iluminação interna, como fazem muitos produtos sofisticados do mercado. Segundo o InMetro, o consumo mensal da RT46 é de 41,6 kWh ao mês, abaixo da média dos concorrentes da mesma categoria, como o Consul CRM55A (56) e o Brastemp BRM56AK (65).

Uma tecnologia invisível é o filtro desodorizador, que permite o armazenamento de alimentos de odor tipicamente forte, como peixes, em um compartimento dedicado. Com ele, o cheiro do alimento não se espalha pela geladeira, apesar de o produto possuir uma tecnologia de distribuição de fluxo de ar em todos os seus níveis. No ponto design, além do refinamento visual externo do aparelho, que tem versão em branco, preto e inox, o RT46 conta com prateleiras de vidro temperado que podem suportar o peso típico de alimentos do dia a dia, com limite de 150 kgs cada. A primeira prateleira desliza para fora para ajudar a aproveitar todo o espaço sem sufoco, o que é bastante útil. No total, o produto tem capacidade de armazenamento de 460 litros. O Moveable Ice Maker ajuda a fazer e tirar facilmente cubos de gelo das formas com apenas um giro. No entanto, ele ocupa um espaço considerável no freezer de 112 litros e o consumidor pode precisar retirá-lo para usar o congelador em sua totalidade para armazenar alimentos.

Considerando todos os pontos, a Evolution RT46 é um refrigerador espaçoso e refinado, e é especialmente interessante para quem mora de aluguel e faz mudanças constantes ao longo da vida. Fora isso, a resistência extra a picos de energia é um ponto de segurança interessante para quem mora em regiões com muitas chuvas com raios, principalmente por funcionar entre 90V e 310V. O refrigerador pode não ser conectado, ao menos por enquanto, mas oferece uma experiência de uso com tecnologias que ficam nos bastidores e funcionam como a internet ou a eletricidade: você não necessariamente precisa vê-las para aproveitar seus benefícios no dia a dia.

Podcast EXAME Tech: A Samsung além dos celulares

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.