Microsoft decide fechar lojas físicas, com impacto de US$450 milhões

Empresa também disse que vai repensar outros espaços que atendem a todos os clientes, incluindo a operação dos Microsoft Experience Centers

A Microsoft anunciou nesta sexta-feira que fechará lojas e sofrerá impacto de 450 milhões de dólares no trimestre atual gerado por depreciação de ativos.

A gigante da tecnologia disse que continuará atendendo os clientes online. Não ficou claro imediatamente se a decisão da Microsoft causará demissões.

A empresa também disse que vai repensar outros espaços que atendem a todos os clientes, incluindo a operação dos Microsoft Experience Centers em Londres, Nova York, Sydney e Redmond.

“Esta é uma decisão estratégica difícil, mas inteligente, para a (o presidente-executivo) Nadella tomar neste momento. As lojas físicas geraram uma receita de varejo insignificante para a Microsoft e, finalmente, tudo estava se movendo cada vez mais para os canais digitais nos últimos anos”, disse o analista da Wedbush, Dan Ives, em nota.

Você já leu todo conteúdo gratuito deste mês.

Assine e tenha o melhor conteúdo do seu dia, talvez o único que você precise.

Já é assinante? Entre aqui.

Deseja assinar e ter acesso ilimitado?

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.