Tecnologia

iPhones e iPads poderão captar energia solar com painéis

Patente da empresa registra modo de colocar um painel solar sob telas sensíveis ao toque como as do iPhone e do iPad

Painéis solares da Apple instalados no estado da Carolina do Norte, nos Estados Unidos (Reprodução/Apple)

Painéis solares da Apple instalados no estado da Carolina do Norte, nos Estados Unidos (Reprodução/Apple)

Victor Caputo

Victor Caputo

Publicado em 20 de maio de 2014 às 15h42.

São Paulo – Até pode ser que um dia a humanidade entre em uma guerra sangrenta contra robôs. Mas a grande briga atual entre homens e máquinas é para fazer a bateria do smartphone durar o dia todo. A Apple parece que pretende dar uma mãozinha para o nosso time.

A empresa registrou uma patente que prevê o uso de painéis solares em telas sensíveis ao toque. A patente registrada nos Estados Unidos registra a ideia tanto em telas comuns quanto em telas flexíveis (quem sabe em alguns anos também vemos um iPhone flexível?).

A Apple já havia registrado uma patente parecida. Antes, no entanto, o painel solar deveria ser instalado em superfícies sensíveis ao toque, mas não telas. Nessa descrição, se encaixariam superfícies como a rodinha inteligente do iPod.

Para se carregar a bateria de um iPhone ou iPad usando apenas energia solar, seria necessário um painel grande (maior do que a tela em si). Mas talvez a Apple imagine usar os painéis para diminuir o consumo da energia armazenada na bateria. Isso aumentaria de alguma forma a vida útil de um tablet ou smartphone ao longo do dia.

A Apple vem atuando com força a favor da energia solar. Em 2013, a empresa passou a alimentar seus data centers com 100% de energia renovável (graças à instalação de painéis solares).

Vale lembrar que o registro de uma patente não significa uso da tecnologia. Nos próximos anos a Apple deve testar a eficácia e os benefícios de adicionar a tecnologia a seus produtos.

Acompanhe tudo sobre:AppleCelularesEmpresasEmpresas americanasempresas-de-tecnologiaEnergiaEnergia renovávelEnergia solarIndústria eletroeletrônicaInfraestruturaiPadiPhoneiPodPatentesRobôsSmartphonesTabletsTecnologia da informação

Mais de Tecnologia

Muito tempo no celular? Veja dicas para diminuir seu tempo de tela

Dez anos de Spotify no Brasil: o app que extinguiu a pirataria e virou sinônimo de música

O que esperar do balanço da Nvidia, a mais nova queridinha de Wall Street

Quatro operadoras da China se unem para oferecer roaming 5G entre redes

Mais na Exame