Tecnologia

Facebook trabalha em dois smartphones, diz agência

Os aparelhos viriam com serviços para o site popular e devem ser revelados nos Estados Unidos ainda este ano

Facebook estaria desenvolvendo dois smartphones, que seriam distribuídos pela operadora AT&T (.)

Facebook estaria desenvolvendo dois smartphones, que seriam distribuídos pela operadora AT&T (.)

DR

Da Redação

Publicado em 23 de setembro de 2010 às 11h33.

 Nova York - O Facebook está trabalhando com a fabricante de celulares INQ Mobile para criar dois smartphones que podem ser distribuídos pela operadora AT&T, afirmou a Bloomberg, citando pessoas próximas ao assunto.

Os aparelhos viriam com serviços para o popular site de redes sociais e devem ser revelados na Europa na primeira metade de 2011 e nos Estados Unidos no segundo semestre deste ano, segundo a agência.

O Facebook havia dito anteriormente que não está desenvolvendo seu próprio celular. Jaime Schopflin, um porta-voz do site, disse que os atuais projetos da empresa incluem "maior integração com alguns fabricantes".

A AT&T, segunda maior operadora móvel dos Estados Unidos, ainda está pensando se deve ser a operadora do smartphone do Facebook e ainda não se decidiu, segundo a Bloomberg.

Nenhuma das duas empresas estava imediatamente disponível para comentar o assunto.

O Facebook preferiu não comentar com a Bloomberg sobre eventuais planos de celulares específicos. No entanto, a empresa disse à agência que continua a trabalhar com a INQ Mobile, que havia vendido celulares com atributos para o Facebook, juntamente com outras empresas.

A INQ Mobile, sediada em Londres, preferiu não comentar o assunto.

Leia mais notícias sobre o Facebook

Siga as últimas notícias de Tecnologia no Twitter

Acompanhe tudo sobre:CelularesEmpresasEmpresas americanasEmpresas de internetempresas-de-tecnologiaFacebookIndústria digitalIndústria eletroeletrônicaInternetRedes sociais

Mais de Tecnologia

Muito tempo no celular? Veja dicas para diminuir seu tempo de tela

Dez anos de Spotify no Brasil: o app que extinguiu a pirataria e virou sinônimo de música

O que esperar do balanço da Nvidia, a mais nova queridinha de Wall Street

Quatro operadoras da China se unem para oferecer roaming 5G entre redes

Mais na Exame