'eFootball' tem lançamento desastroso e Konami se desculpa

A desenvolvedora se comprometeu em consertar bugs e outros problemas do sucessor do ‘PES 21’ com uma atualização já em outubro
Cristiano Ronaldo e Messi com aparências pouco realistas no novo jogo da Konami (Konami/Reprodução)
Cristiano Ronaldo e Messi com aparências pouco realistas no novo jogo da Konami (Konami/Reprodução)
D
Da redação

Publicado em 01/10/2021 às 17:26.

Última atualização em 23/12/2021 às 12:35.

Desculpe o trocadilho, mas pode-se dizer que a japonesa Konami 'trocou os PES pelas mãos' ao lançar o eFootball, o seu novo jogo de simulação de futebol, na quinta-feira, 30.

Os problemas do game foram sentidos já nas primeiras horas em que esteve disponível aos jogadores. Rostos “bugados” e nada parecido com os atletas reais, física dos corpos longe da realidade, falhas de movimento, além de uma jogabilidade muito abaixo do padrão da franquia que, no passado, já foi a maior do gênero.

Para contornar a situação, a Konami se desculpou com os jogadores pelos erros na jogabilidade e nos gráficos, comprometendo-se em consertar bugs e outros problemas do sucessor do ‘PES 21’ com uma atualização já em outubro.

“Após o lançamento de ‘eFootball 2022’, recebemos uma série de feedbacks e pedidos relacionados aos balanceamento do jogo, incluindo a velocidade dos passes e controle defensivo. Gostaríamos também de esclarecer que houve relatos de problemas de experiência com vídeos, expressões faciais, movimentação e o comportamento da bola”, explica a empresa em nota.

“Pedimos desculpas pelos problemas e queremos garantir a todos que estamos tomando as medidas para corrigir a situação. O jogo terá atualização contínua, a qualidade será aumentada e o conteúdo será adicionado de forma constante. Preparamos uma atualização para Outubro e receberemos a opinião de usuários a partir de questionários. Faremos o possível para satisfazer o máximo possível e esperamos ter o seu suporte para ‘eFootball 2022′”, declarou.

Vale ressaltar que o jogo esteve por dois anos em desenvolvimento e foi lançado de forma gratuita com uma nova engine com o objetivo de reestabelecer a franquia no mercado. A principal diferença é o modelo de vendas: que ofertará o conteúdo básico do jogo gratuitamente, com o acesso cruzado (crossplay) entre todas as plataformas, incluindo a versão para smartphones, em dezembro.

Até a chegada da atualização, vale se divertir com as cenas engraçadas geradas pelo jogo que, sem dúvidas, ainda está em desenvolvimento.