Tecnologia

Efeito Threads: Twitter volta atrás na exigência de login para ver tweets

A mudança, implementada há menos de cinco dias, coincidiu com o aparente sucesso do rival Threads, a nova rede social da Meta

Twitter: polêmica aquisição do Twitter por Elon Musk também resultou na demissão de milhares de funcionários da plataforma e na saída de anunciantes (Jonathan Raa/NurPhoto/Getty Images)

Twitter: polêmica aquisição do Twitter por Elon Musk também resultou na demissão de milhares de funcionários da plataforma e na saída de anunciantes (Jonathan Raa/NurPhoto/Getty Images)

Da Redação
Da Redação

Redação Exame

Publicado em 7 de julho de 2023 às 09h06.

Em uma reviravolta recente, o Twitter retirou a obrigatoriedade do login para visualizar publicações, uma restrição que durou menos de uma semana.

Esta mudança, que possibilita a pré-visualização de tweets ao compartilhar o link em outras plataformas, como WhatsApp e Slack, chegou às vésperas do lançamento do Threads, a nova rede social da Meta, frequentemente referida como o "Twitter" da Meta.

Musk também havia anunciado um limite de 1000 tweets por dia para usuários não pagantes.

Ambas as medidas foram justificadas como uma necessidade de reduzir a carga nos servidores, que estavam enfrentando problemas devido ao data scrapping, prática que coleta dados do Twitter por meio de terceiros.

Os rumores sugerem também que o real motivo para estas limitações seria a tentativa de evitar que a plataforma do Twitter enfrentasse problemas de desempenho devido a dificuldades financeiras relacionadas ao pagamento das despesas de hospedagem do Google. Contudo, o efeito Threads foi mais forte.

Acompanhe tudo sobre:TwitterThreadsAppselon-musk

Mais de Tecnologia

TikTok passa a testar vídeos de 60 minutos e acirra disputa com YouTube

Como tirar o online do WhatsApp no Android? Confira o tutorial no app

Como escanear documentos no seu smartphone sem instalar nada

Como descobrir uma fonte a partir da imagem pela internet

Mais na Exame