Compras por meio de aplicativos crescem 72% durante semana da Black Friday

Segundo levantamento da AppsFlyer, Brasil teve 45 milhões de instalações de apps de compras durante o mês de novembro

Os aplicativos de compras são cada vez mais as estrelas da Black Friday no Brasil. Segundo levantamento inédito da AppsFlyer, plataforma de análise de dados e engajamento de aplicativos, a Black Friday 2020 teve aumento de 72% nas vendas realizadas por meio de apps em comparação ao ano anterior.

Comparada a uma semana normal, as vendas na maior semana do ano para os varejistas foram 650% maiores e a receita por instalação obtida teve um aumento de 330%. As pessoas também aumentaram seus gastos, gastando 5% a mais em média que em 2019.

Dentre os países avaliados no estudo da AppsFlyer, o Brasil foi de longe o país com maior número de instalações de aplicativos no mês de novembro.

Os 70 principais apps de e-commerce receberam 45 milhões de instalações, chegando a 50% mais instalações em comparação aos Estados Unidos, que ficaram em segundo lugar, com 30 milhões de instalações.

A pandemia do coronavírus influenciou o crescimento elevado de aplicativos em todo o mundo. Em junho, por exemplo, o Brasil apresentou a maior taxa de crescimento mundial, com aumento de 55% no número de instalações em comparação aos dois primeiros meses de 2020.

De acordo com Daniel Simões, diretor da AppsFlyer no Brasil, houve um crescimento não só em aplicativos de comércio eletrônico, mas na indústria como um todo. Em maio, apps de entrega aumentaram suas instalações em 700% e os de saúde física cresceram 300%.

“Os brasileiros incorporaram o hábito de usar o meio para pedidos e compras, transformando a Black Friday 2020 a maior de todos os tempos para os aplicativos", diz Simões.

"A expectativa já era grande, uma vez que entre os meses de maio e outubro de 2020, o volume de compras mensal em apps de e-commerce já alcançaram os números de novembro de 2019, mês da Black Friday", completa ele.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 1,90

Nos três primeiros meses,
após este período: R$ 15,90

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.