Chefe do Google X afirma que Glass falhou por "chamar atenção"

Segundo Astro Teller, a empresa deveria ter ressaltado que o Glass ainda era um protótipo
 (Divulgação)
(Divulgação)
G
Gabriel GarciaPublicado em 18/03/2015 às 07:44.

O Google errou ao estimular as expectativas das pessoas a respeito do Google Glass, afirmou o chefe do Google X, laboratório de inovação da empresa, nesta terça-feira (17).

Segundo Astro Teller, a empresa não ressaltou que a versão dos óculos inteligentes colocada à venda no ano passado era apenas um protótipo, e não um produto final.

"Permitimos e até encorajamos que o programa tivesse muita atenção", afirmou Teller, durante uma palestra no South by Southwest, em Austin, Estados Unidos.

O Google parou de vender o Glass aos seus consumidores no começo do ano, afirmando que o projeto precisava de um "intervalo" e uma reformulação de estratégia.

Após ser recebido com entusiasmo após sua apresentação em 2012, o aparelho virou alvo de piadas e críticas pela aparência e suposta violação à privacidade alheia.

Teller afirmou que os problemas enfrentados pelo Glass são "absolutamente necessários para formar o futuro do Glass e da computação vestível, em geral".

Ele ressaltou os benefícios de fracassos e problemas de desenvolvimento em outros projetos do Google X, que incluem uma frota de drones, o projeto Loon e o carro autônomo da empresa.