Tecnologia

Bose CineMate 1 SR

Avaliação de Airton Lopes / Falta de espaço não é desculpa para ficar sem imagem e som de cinema em salas e quartos mais apertados. Assim como as TVs fininhas, as soundbars, sistemas de áudio em forma de barra capazes de substituir o home theater, podem ser fixadas na parede. Além de permitir o melhor […]

DR

Da Redação

Publicado em 28 de fevereiro de 2013 às 10h00.

logo-infolab

Avaliação de Airton Lopes / Falta de espaço não é desculpa para ficar sem imagem e som de cinema em salas e quartos mais apertados. Assim como as TVs fininhas, as soundbars, sistemas de áudio em forma de barra capazes de substituir o home theater, podem ser fixadas na parede. Além de permitir o melhor aproveitamento do espaço e dar um toque de sofisticação à decoração, a CineMate 1 SR capricha no som. O modelo vem com um poderoso subwoofer que faz o chão tremer. Nos testes do INFOlab, o som da soundbar preencheu muito bem o ambiente. Mesmo não sendo a sua principal virtude, apresentou uma boa distribuição espacial com trilhas de filmes em 5.1 canais. O seu ponto alto é a fidelidade sonora, com graves encorpados e definidos. Agudos limpos ressaltam o bom detalhamento. Como não tem leitor de Blu-ray, porta USB, dock para iPhone ou Wi-Fi, a soundbar depende de um player, se o usuário não quiser curtir com um sonzão apenas a programação da TV.

Avaliação de Lucas Massao / Os espaços apertados já foram empecilhos para quem gosta de um som potente. E não há duvida que home theaters produzem um som de qualidade, mas acabam formando um emaranhado de fios. Pensando em quem gosta de som e não quer abrir mão do espaço, a Bose lança o CineMate 1 R, uma soundbar elegante e fácil de usar.

Potencia e beleza

A soundbar acompanha um subwoofer que faz, literalmente, o chão tremer.  Ligado por conexão wireless, o Acoustimass, como é chamado pela empresa, tem a missão de fazer a ambientação sonora com cinco alto-falantes.

Existem duas opções para se realizar a instalação. Ao ligar o soundbar na saída óptica da sua TV, o aparelho reproduz todos os sons conectados a ela. Outra maneira é utilizar as conexões óptica, coaxial ou RCA do seu blu Ray, laptop ou console. Por não ter conexão HDMI, os aparelhos também devem ser conectados à saída de vídeo da TV.

Versatilidade

O cinemate 1 SR possui um bom potencial de adaptação em vários aspectos. Sendo o primeiro deles a instalação.  Quando os dois modos de se instalar estão sendo usados, o aparelho faz uso da tecnologia Smartsource e seleciona a fonte de vídeo que possui a melhor qualidade de áudio.  Outra ferramenta utilizada é o ADAPTiQ. Ela ajusta a performance dos speakers de acordo com a acústica do ambiente, te poupando do trabalho de arrumar a sua sala para ter o melhor som. Com graves de boa definição e agudos limpos, a soundbar conseguiu preencher muito bem o espaço durante as reproduções de trilhas de filmes em 5.1 canais.

Considerações finais

A qualidade de som do Cinemate 1 R é bem superior do que a maioria dos hometheaters vendidos no Brasil. O que poderia ser implementado é a capacidade de conectar outros aparelhos já que ele não possui leitor de blu Ray, porta USB, dock para iphone ou Wi-fi. Você pode adquirir esse kit de som potente e design refinado pela quantia de 10,599 reais, preço alto para o nosso mercado.

Ficha técnica

Potêncianão divulgada
Entradas2 áudio óptica, 2 coaxial, 1 RCA estéreo
Peso3,5 Kg (Soundbar), 6,2 Kg (Subwoofer)

Avaliação técnica

PrósQualidade de áudio, subwoofer ativo e wireless, facilidade de uso e instalação.
ContrasNão reproduz Blu-ray, não possui HDMI,USB,Wi-fi ou display.
ConclusãoA falta de conexões e o preço são problemas de um equipamento com versatilidade e som potente.
Áudio 8,4
Conexões 6,5
Design 8
Média8.0
PreçoR$ 10.599
Acompanhe tudo sobre:BoseDispositivos de Som

Mais de Tecnologia

Elon Musk confirma terceiro filho com funcionária da Neuralink Shivon Zilis

Na era do vício digital, a abstinência e a liberdade de 24 horas sem WhatsApp

Agora todos poderão ver o que você comenta em um story do Instagram; saiba como

Boeing Starliner tem retorno à Terra adiado pela segunda vez

Mais na Exame