Tecnologia

Apple renova MacBook Pro com processador voltado ao uso profissional

Os novos notebooks têm 14 e 16 polegadas e vêm com processadores M1

 (Apple/Divulgação)

(Apple/Divulgação)

Lucas Agrela

Lucas Agrela

Publicado em 18 de outubro de 2021 às 14h49.

Última atualização em 19 de outubro de 2021 às 12h00.

A Apple anunciou hoje (18) a nova geração do MacBook Pro. O notebook da marca agora tem versões com telas de 14 ou 16 polegadas e vem com processadores voltados ao uso profissional e feitos pela própria Apple.

Nos aparelhos com o novo processador M1 Pro, a Apple promete desempenho 70% superior ao M1, usado em MacBooks mais simples, e o dobro do desempenho gráfico.

O chip pode ser utilizado com memória RAM de até 32 GB, reforçando sua vocação para o uso em tarefas que exigem grande poder de processamento computacional. No M1 Pro, a Apple conseguiu acomodar 33,7 bilhões de transistores, componente elementar dos processadores. O número é quase o dobro do encontrado nos chips M1 e isso significa mais poder de processamento e eficiência de energia.

O M1 Pro Max é o processador mais sofisticado dos dois anunciados hoje. Ele tem 57 bilhões de transistores e comporta o uso junto a uma memória RAM de até 64 GB. O chip viabiliza a conexão de até quatro monitores ao mesmo tempo ao MacBook Pro. O poder de processamento gráfico pode ser até 13x superior ao do chip M1.

Na memória de armazenamento de dados, a capacidade máxima dos novos notebooks da Apple é de 8 terabytes - cada terabyte tem 1.024 gigabytes.

Os novos MacBooks Pro são os primeiros da Apple a contar com tecnologia de carregamento rápido e podem atingir 50% da carga máxima em 30 minutos. A autonomia da bateria é de até 21 horas de uso.

No sistema de som, a Apple colocou seis alto-falantes nos novos aparelhos para gerar o que a empresa chama de "áudio espacial", que visa oferecer uma experiência sonora próxima da realidade. Já as telas dos aparelhos contam com a tecnologia Liquid Retina XDR, que é da própria Apple. Completando o kit muiltimídia, a câmera dos notebooks da Apple tem resolução Full HD (1.080p) e pode ser usada para fazer ligações via internet pelo sistema FaceTime, integrado a iPhones e iPads.

Os aparelhos começam a chegar aos primeiros compradores na semana que vem no mercado internacional.

Acompanhe tudo sobre:AppleMacBook Pro

Mais de Tecnologia

Trabalhe como um streamer: Santander oferece 8 mil bolsas de estudo para gamers

5G atinge 25,92 milhões de chips ativos, mas representa apenas 10% da base móvel no Brasil

Bain compra plataforma de educação PowerSchool por US$ 5,6 bilhões e fecha capital

Enchente em Porto Alegre pode ser vista no Google Maps após atualização

Mais na Exame