Acompanhe:

Apple lança novos MacBook Air e mata a série MacBook

A empresa está renovando suas famílias MacBook Air e Mac mini, que ganham o novo sistema Mac OS X Lion. Além disso, está descontinuando os MacBook simples

Modo escuro

Continua após a publicidade
Entre as novidades do MacBook Air 2011, está o Mac OS X Lion, nova versão do sistema operacional da Apple (Divulgação)

Entre as novidades do MacBook Air 2011, está o Mac OS X Lion, nova versão do sistema operacional da Apple (Divulgação)

M
Maurício Grego

Publicado em 20 de julho de 2011 às, 15h39.

São Paulo — Como já era esperado, a Apple anunciou, hoje, novos notebooks leves da série MacBook Air. Eles trazem teclado iluminado e processadores Intel da geração mais recente, além do Mac OS X Lion, a mais nova versão do sistema operacional da Apple. O Lion está presente, ainda, na nova geração do Mac mini, também anunciada hoje. A surpresa é que a empresa está descontinuando a linha MacBook, de modelos mais baratos com gabinete de plástico, ficando apenas com as séries MacBook Air e MacBook Pro. 

Computador peso-pena

Apresentada em 2008, a série MacBook Air deu impulso à categoria de notebooks ultrafinos e inspirou outros fabricantes a criar modelos com formato semelhante. Estimativas do mercado indicam que 40% da receita da Apple já vêm dessa família de portáteis e que esse percentual cresce continuamente. 

O MacBook Air continua sendo oferecido em dois tamanhos, com tela de 11 e 13 polegadas, respectivamente. Com perfil em forma de cunha, os modelos da nova geração têm 1,7 cm de espessura em sua parte mais volumosa. O modelo de 11 polegadas pesa 1,1 kg, e, o de 13 polegadas, 1,3 kg. São pesos inferiores até ao de alguns netbooks com menos recursos. 

Para miniaturizar o computador dessa maneira, a Apple eliminou itens como o drive de DVD (também ausente dos netbooks), a porta Ethernet, para rede cabeada e, no caso do modelo menor, o leitor para cartões de memória. O disco magnético, tradicionalmente usado para armazenar arquivos do usuário nos computadores, foi substituído por uma unidade de memória do tipo SSD (solid state disk), menor e mais leve. 


Thunderbolt

Nesta nova geração, a conexão DisplayPort, que era usada para a ligação de monitor externo ou televisor, foi substituída pela nova porta Thunderbolt. Desenvolvida pela Intel (com o codinome LightPeak), essa tecnologia já é usada na série MacBook Pro. Além de monitores, ela permite conectar outros periféricos, como unidades de disco para armazenamento de arquivos. Por meio de adaptadores, ela também permite a ligação de monitores e televisores que usam outros tipos de conector.

Nos Estados Unidos, os preços do MacBook Air começam em US$ 999 dólares para o modelo mais simples, que tem apenas 2 gigabytes de memória. Essa  foi outra surpresa. Esperava-se que, nessa nova geração, a capacidade mínima fosse 4 gigabytes. Esse modelo mais simples passa a ser o notebook mais barato da Apple, já que o Macbook com gabinete de plástico está sendo descontinuado.

O MacBook Air pré-configurado mais avançado custa US$ 1.599, mas é possível acrescentar itens opcionais que ampliam a capacidade do computador e, claro, elevam seu preço.

O Mac mini 2011 não tem drive de DVD

Mac OS X Lion e Mac mini

Com os novos MacBook Air, também estreia o Mac OS X Lion, nova versão do sistema operacional do Mac. Segundo a Apple, ele traz 250 aperfeiçoamentos, incluindo suporte a aplicativos que rodam na tela cheia; um gerenciador de tarefas em execução chamado Mission Control; e acesso à Mac App Store, a loja online de aplicativos para o Mac da Apple. 

A Apple também renovou o Mac mini, seu modelo de mesa em formato compacto. O computador perdeu o drive de DVD e ganhou processador mais potente. Também teve redução no preço em relação à geração anterior. Agora, o preço, nos Estados Unidos, começa em 599 dólares. O micro mantém o formato de cubo achatado dos seus antecessores e tem apenas 3,6 cm de espessura. Como o MacBook Air, ele ganhou conexão Thunderbolt para monitor o sistema operacional Mac OS X Lion. 

Últimas Notícias

Ver mais
Depois do "back to basics", CVC mira 2 mil lojas
Exame IN

Depois do "back to basics", CVC mira 2 mil lojas

Há 22 horas

MELHORES E MAIORES 2024: inscrições estão abertas
seloNegócios

MELHORES E MAIORES 2024: inscrições estão abertas

Há um dia

Pasta do Comércio da China se compromete a ajudar empresas e a impulsionar demanda doméstica
Economia

Pasta do Comércio da China se compromete a ajudar empresas e a impulsionar demanda doméstica

Há um dia

Elon Musk processa OpenAI e Sam Altman por relação com Microsoft
Exame IN

Elon Musk processa OpenAI e Sam Altman por relação com Microsoft

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais