Tecnologia

Amazon anuncia nova sede com arquitetura peculiar; veja fotos

O campus em Virgínia contará com 4 edifícios, sendo um deles em formato de espiral, para cerca de 13.000 funcionários

Renderização da Hélice, prédio em espiral da Amazon (NBBJ / Amazon/Divulgação)

Renderização da Hélice, prédio em espiral da Amazon (NBBJ / Amazon/Divulgação)

LP

Laura Pancini

Publicado em 2 de fevereiro de 2021 às 15h53.

Última atualização em 2 de fevereiro de 2021 às 22h35.

A Amazon divulgou o projeto para sua segunda sede nos Estados Unidos, que conta com quatro prédios localizados em um câmpus na cidade de Arlington, Vírginia.

Um dos edifícios se destacou entre as renderizações publicadas devido ao seu estilo pouco convencional — uma torre de vidro em espiral coberta por árvores.

O prédio foi apelidado de "Hélice", por conta de seu formato que lembra o movimento de uma dupla hélice, e deve ter 100 metros de altura. A ideia para seu design é semelhante ao das "Esferas", os três globos de vidro que ficam na outra sede da Amazon em Seattle, Washington, e também contam com muitas plantas ao seu redor.

As Esferas da Amazon

As Esferas na sede da Amazon em Seattle, Washington (Lindsey Wasson/Getty Images)

No momento, a Hélice ainda precisa obter aprovação das autoridades locais para iniciar a construção. Por dentro, o prédio terá uma “variedade de ambientes de trabalho alternativos” para os funcionários e a Amazon planeja oferecer passeios para o público nos finais de semana.

Os três edifícios ao redor da Hélice devem ter 22 andares cada. Entre eles, serão construídos lojas de varejo, restaurantes, espaço para food trucks, pista de corrida para cães, estacionamento para 950 bicicletas e uma praça.

A Amazon afirma que o campus acomodará cerca de 13.000 funcionários. De acordo com o The Wall Street Journal, o projeto da segunda sede deve custar mais de 2,5 bilhões de dólares.

Veja as fotos:

Acompanhe tudo sobre:AmazonEstados Unidos (EUA)jeff-bezos

Mais de Tecnologia

Muito tempo no celular? Veja dicas para diminuir seu tempo de tela

Dez anos de Spotify no Brasil: o app que extinguiu a pirataria e virou sinônimo de música

O que esperar do balanço da Nvidia, a mais nova queridinha de Wall Street

Quatro operadoras da China se unem para oferecer roaming 5G entre redes

Mais na Exame