Pop

Quando os humanos começaram a comer ovos? Cientistas desvendam mistério em estudo

Pesquisadores afirmam que a relação dos humanos com esse tipo de ave é mais complexa do que parece, principalmente por sua relevância entre diferentes civilizações ao longo dos séculos

Mateus Omena
Mateus Omena

Repórter da Home

Publicado em 8 de abril de 2024 às 11h46.

Última atualização em 8 de abril de 2024 às 12h02.

Um estudo revelou recentemente a origem da preferência da humanidade pelos ovos de galinha criadas em fazendas. A descoberta foi feita por pesquisadores do Instituto Max Planck de Geoantropologia, na Alemanha, e foi divulgada nesta semana, na revista científica Nature Communications.

O grupo diz ter encontrado evidências que mostram que os humanos na Ásia Central começaram a criar os antepassados ​​das galinhas modernas para os seus ovos já em 400 a.C. A produção de ovos também fez com que essa ave se tornasse um dos animais mais procurados por consumidores em todo o mundo antigo, segundo o site Gizmodo.

As galinhas da atualidade são descendentes das aves selvagens vermelhas, uma espécie ainda viva. Mesmo assim, vários pesquisadores continuam debatendo sobre quando e como exatamente esse tipo de ave foi domesticado. Os frágeis ossos ocos e as frágeis cascas de ovos das aves em geral têm menos probabilidade de serem preservados em comparação com outras evidências arqueológicas. E os cientistas por vezes identificaram os vestígios de outras aves selvagens de tamanho semelhante, como faisões ou gansos.

Por outro lado, os especialistas afirmam que, após muitos testes, os novos métodos de análise genética começar a resolver algumas destas questões sobre a origem da galinha.

Eles analisaram fragmentos de cascas de ovos coletados em 12 sítios arqueológicos que datam de 1.500 anos atrás. Estes locais provavelmente estavam espalhados ao longo do que costumava ser a Rota da Seda – a rede de rotas comerciais que atravessa a Ásia e a Europa. Ao investigar o trajeto anteriormente usado para distribuição da seda da China, os investigadores encontraram quantidades abundantes de cascas de ovos nestes locais, sugerindo que os ovos de galinha também eram um produto valioso nesse período. Os pesquisadores também encontraram evidências de que os ovos eram produzidos com mais frequência do que seria esperado das típicas aves selvagens vermelhas, talvez indicando que essas antigas galinhas não botavam ovos apenas em uma estação específica.

“Esta é a primeira evidência da perda de dinâmica sazonal de ovos já identificada no registro arqueológico”, disse o líder do estudo, Robert Spengler, pesquisador do Instituto Max Planck, em um comunicado.

Qual civilização começou a domesticar galinhas?

Com base em todas as evidências coletadas nesses locais, os autores estimam que os povos na Ásia Central iniciaram a prática de criação de galinhas, com o intuito de consumir seus ovos, em algum momento entre 400 a.C. e 1000 d.C. A abundância de ovos não apenas fez com que essas aves se tornassem mais populares, como também incentivou a domesticação generalizada.

Ainda existem muitas incógnitas sobre a domesticação das galinhas. Alguns estudos estimam que o processo começou pelo menos 10 mil anos atrás, por exemplo. Outros apontam para cerca de 5,4 mil anos. Há teorias que defendem que a domesticação de galinhas pode ter surgido no sudeste da Ásia, especialmente na Índia durante esse período.

Os responsáveis pela pesquisa da Max Planck argumentam que a descoberta pode ajudar a entender como essas aves ganharam relevância para a civilização humana, a ponto de serem indispensáveis para a alimentação e outras necessidades básicas.

“Esta é uma pista importante para compreender melhor as relações mutualísticas entre humanos e animais que resultaram na domesticação”, conclui Spengler.

Acompanhe tudo sobre:AnimaisAnimais em extinçãoHistória

Mais de Pop

Rock in Rio 2024: faltando cinco dias para as vendas gerais, line-up completo é divulgado; veja

C6 Fest: confira a programação deste sábado, 18

Virada Cultural: confira a programação completa deste sábado, 18

Bruno Mars muda data de shows em duas capitais e fará duas novas apresentações; veja novas datas

Mais na Exame