Gisele Bündchen e Tom Brady devem assinar papeis do divórcio hoje

O casal, que vive separadamente desde setembro, deve encerrar o casamento após treze anos juntos
Tom e Gisele: dupla deve assinar papeis do divórcio hoje (John Shearer/Getty Images)
Tom e Gisele: dupla deve assinar papeis do divórcio hoje (John Shearer/Getty Images)
L
Laura PanciniPublicado em 28/10/2022 às 12:09.

A modelo Gisele Bündchen e o astro de futebol Tom Brady devem assinar os papeis de divórcio hoje. De acordo com fontes "com conhecimento direto" ao site TMZ, a dupla chegou a um acordo para encerrar o casamento de 13 anos.

As celebridades trabalharam com um mediador para decidir a custódia dos filhos e a divisão de propriedades. Os termos permanecerão confidenciais.

Em setembro, a CNN também havia noticiado que o casal "vivia separadamente", e que passava por problemas conjugais.

Como ficam os filhos?

Fontes próximas ao campeão do Super Bowl e da supermodelo disseram ao Page Six que ambos os pais buscam uma alternativa para ter contato contínuo com os filhos.

As fontes sugerem que, durante a decisão do juiz, o casal pretende obter guarda compartilhada de Benjamin, de 12 anos, e Vivian, de 9.

Gisele Bündchen e Tom Brady: após treze anos juntos, casal deve assinar papeis de divórcio (Dimitrios Kambouris/Getty Images)

Por que a separação?

No começo do ano, Brady, de 45 anos, anunciou que se aposentaria da NFL — decisão que, alguns dias depois, o fez voltar atrás. Ainda na National Football League, ele teria tirado 11 dias de licença dos campos no mês de agosto "para lidar com problemas pessoais", conforme declarou o técnico do time, Todd Bowles.

Em setembro, durante o "Let's Go!", podcast apresentado por ele e Jim Gray, o astro do futebol americano dizia estar cansado de "perder momentos importantes" por causa da carreira.

"Não tenho um Natal há 23 anos, não tenho um Dia de Ação de Graças há 23 anos, não comemorei aniversários com pessoas importantes para mim, que nasceram de agosto ao final de janeiro. Não posso estar em funerais e não posso estar em casamentos", disse Brady a Gray. "Acho que chega um ponto em sua vida em que você diz: 'Sabe de uma coisa? Já estou cheio, já chega, é tempo de seguir em frente, para passar para outras partes da vida.'"

"Um jogo muito violento"

Em uma entrevista à Elle, publicada também em setembro, uma Gisele de 42 anos e preocupada declarou que se sentia temerosa pelo retorno do marido aos campos.

"É um esporte muito violento, tenho meus filhos e gostaria que ele estivesse mais presente", disse Bündchen à Elle. "Tive essas conversas com ele várias e várias vezes. Mas, no final das contas, sinto que todos precisam tomar uma decisão que funcione. Ele também precisa seguir sua alegria."

LEIA TAMBÉM:

Fim do casamento? Gisele Bündchen e Tom Brady estão vivendo separados, diz CNN