Filho de John Lennon canta Imagine pela 1ª vez em apoio à Ucrânia; assista

O fim está próximo? Filho de John Lennon disse que só cantaria ‘Imagine’ se fosse “o fim do mundo”
Julian Lennon participa do evento MusiCares Person of the Year homenageando Joni Mitchell no MGM Grand Marquee Ballroom em 1º de abril de 2022 em Las Vegas (Getty Images/Jeff Kravitz/FilmMagic)
Julian Lennon participa do evento MusiCares Person of the Year homenageando Joni Mitchell no MGM Grand Marquee Ballroom em 1º de abril de 2022 em Las Vegas (Getty Images/Jeff Kravitz/FilmMagic)
Por Da RedaçãoPublicado em 11/04/2022 13:51 | Última atualização em 11/04/2022 13:51Tempo de Leitura: 3 min de leitura

O hit de 1971 de John Lennon, “Imagine”, é frequentemente lembrado em tempos de guerra, com suas letras pedindo união e paz. Mas foi a guerra na Ucrânia que finalmente provocou o filho de Lennon, Julian, a cantar a música pela primeira vez.

Julian Lennon escreveu em uma nota no YouTube que ele resistiu por anos a cantar a música. "A única vez que eu consideraria cantar 'Imagine' seria se fosse o 'Fim do Mundo'", disse ele.

No entanto, a guerra na Ucrânia é “uma tragédia inimaginável”, escreveu ele, e “como humano e como artista, me senti compelido a responder da maneira mais significativa que pude”.

O cover foi feito em apoio à campanha de arrecadação de fundos #StandUpForUkraine, organizado pela organização sem fins lucrativos Global Citizen. Um evento em Varsóvia no último sábado, 9, em apoio à arrecadação de fundos arrecadou US$ 10 bilhões para refugiados ucranianos.

De acordo com o jornal americano Washington Post, quase metade do valor veio de doações de governos, empresas e indivíduos. A outra parcela veio como doações e empréstimos de instituições financeiras públicas europeias.

Julian Lennon escreveu que escolheu a música em parte porque sua letra “reflete nosso desejo coletivo de paz em todo o mundo. Pois dentro dessa música, somos transportados para um espaço onde o amor e a união se tornam nossa realidade, mesmo que por um momento.”

Na letra da música está o trecho: “Imagine todas as pessoas/ Compartilhando todo o mundo/ Você/ Você pode dizer que sou um sonhador”. Lennon escreveu que a música “reflete a luz no fim do túnel, que todos esperamos”.

Não está claro pelo qual Julian Lennon, cujo nome verdadeiro é John – ele disse ao jornal inglê The Guardian que adotou o nome Julian depois que o nome singular causou confusão em sua casa – prometeu não cantar “Imagine”. Julian se afastou de seu pai depois que ele deixou o filho e Cynthia Lennon, mãe de Julian e esposa de John na época, por Yoko Ono, que teria contribuído para criar a música.

Yoko Ono, viúva de John Lennon, que foi creditada por ajudar a criar “Imagine”, fez uma campanha com outdoors em grandes cidades, como Nova York, Londres e Seul, com a mensagem: “Imagine Peace”.