Pop

De 'Pantera Negra' a Whitney Houston: a estratégia da M.A.C para inclusão de peles negras no mercado

Veja as duas últimas coleções da M.A.C, inspiradas em mulheres negras icônicas da cultura pop

 (M.A.C/Divulgação)

(M.A.C/Divulgação)

Há dois anos, a M.A.C. — uma das marcas mais reconhecidas no mundo de maquiagem — firmava publicamente um compromisso antirracista, com o objetivo de trazer uma sociedade mais justa e inclusiva. Esse acordo, para além de contribuir com um mundo livre da discriminação racial, também trazia um desafio para a empresa: trazer mais linhas e coleções pensadas para peles negras.

Ao final de novembro deste ano, a M.A.C. fez um grande anúncio: lançou uma coleção inspirada nas cores de "Pantera Negra: Wakanda Forever", uma parceria entre a marca e a Disney, com a Marvel Studios. Duas semanas depois, a empresa de maquiagem lançou uma linha inspirada em Whitney Houston, com alguns dos itens favoritos da cantora.

"Estamos nos reinventando, porque esse tipo de pauta requer uma atenção especial. Nós pensamos no Pantera Negra porque talvez nenhum outro filme na cultura pop de massa tenha se comunicado tanto com a comunidade negra", disse Katia Araújo, artista nacional da marca no Brasil. "E a Whitney Houston também é um ícone da música que inspirou muita gente, e tinha um estilo muito único dela", acrescentou.

Ambas as coleções foram, de acordo com ela, pensadas para peles negras. "Nós tivemos um cuidado de escolher cores que fossem relacionadas com o filme e que, ao mesmo tempo, também pudessem pigmentar sobre peles de tez de um escuro mais profundo, peles mais retintas. Profissionais negros trabalharam para que a gente chegasse nesse resultado, foi tudo pensado com muito cuidado", complementou ela.

Celebrando mulheres negras fortes e belíssimas

Personagens de "Pantera Negra: Wakanda Forever" (Disney/ Marvel Studios/ Pantera Negra/Reprodução)

Para celebrar o estilo icônico e a beleza das mulheres negras, a escolha de ambos os filmes — "Pantera Negra" e "I Wanna Dance with Somebody – A História de Whitney Houston", que chega aos cinemas no dia 12 de janeiro de 2023 —, a M.A.C. trabalhou diretamente com os produtores e estúdios.

Na coleção de Wakanda, a marca esteve presente durante as gravações e também nos bastidores da Marvel Studios. "Nós acompanhamos as gravações do filme para entender melhor as cores, o padrão, pegar o espírito de Wakanda desde o início", salientou Ana Bernabé, diretora da marca no Brasil. "Foi um processo longo mas que rendeu um resultado fantástico, com muito cuidado na produção e cheio de detalhes", completou.

Whitney Houston

Whitney Houston (Larry Busacca/Getty Images)

Já para a escolha da coleção de Whitney Houston, houve uma conversa com os produtores e familiares da cantora. “Whitney sempre foi uma campeã quando o assunto é mulheres sentindo-se bonitas, seja em um grande evento ou apenas para o dia a dia”, diz Pat Houston, Executora do patrimônio e cunhada de Whitney E. Houston. “Nosso trabalho com M·A·C trata-se de criar uma linha que possa atender a todas essas necessidades. A linha será fiel às cores dos olhos e lábios que ela gostava de trabalhar”.

A criação da linha da cantora foi inspirada em seus looks e itens mais usados, uma criatividade que, de acordo dom Fátima Thomas, artista sênior da M.A.C., fazem parte do DNA da marca. "É uma honra fazer parceria com a Whitney Houston para celebrá-la como uma musa da beleza que compartilha de nossos valores — e nossa paixão pelo glamour. Esta coleção captura os tons e acabamentos que foram essenciais para os looks mais memoráveis de Whitney. Em uma coleção sofisticada, há algo para todos os amantes da beleza”, diz.

Da porta para dentro: inclusão além do produto

Coleção Pantera Negra, da M.A.C (M.A.C/Divulgação)

Kátia também ressaltou que a M.A.C., após firmar o compromisso antirracista, passou a incluir ainda mais profissionais negros dentro da empresa para produção de novas linhas, produtos e coleções.

"Essa preocupação da M.A.C. não é exatamente nova, já tivemos várias coleções com mulheres negras. Esse é um movimento natural, porque a marca sempre tocou nesse ponto da maquiagem ser para todos. O que muda agora é que estamos investindo ainda mais nisso agora, com um olhar e um cuidado de envolver as pessoas certas na criação e produção desses produtos", pontuou Araújo.

Coleção Whitney Houston, da M.A.C (M.A.C/Divulgação)

Mas além de ter um quadro de funcionários mais diverso — e capaz de criar algo único com base em sua própria diversidade —, a M.A.C. também tem tido uma atenção especial às pessoas que divulgam a marca na internet. A escolha dos influenciadores também tem impactado nesse compromisso antirracista.

"Faz dois anos que pensamos muito mais em apoiar criativos negros, influenciadores, admiradores, maquiadores pretos. Com essas coleções, a gente também acaba conseguindo consolidar mais esse movimento antirracista. Já tínhamos muitos profissionais negros que trabalhavam conosco, então foi legal trazer o novo com o que já conhecíamos", finalizou Bernabé.

Acompanhe tudo sobre:FilmesMacMaquiagemNegros

Mais de Pop

'The Bear': veja o novo trailer da 3ª temporada, que estreia em junho

Como você dançava nos anos 1980? Filhos viralizam com os pais no TikTok; veja vídeos

'Moana 2': Disney libera novo trailer da animação; veja o que esperar do filme

Parada LGBT 2024 em SP: como chegar, atrações, horários e tudo o que você precisa saber

Mais na Exame