Pop

BBB 22: de quanto seria o prêmio, caso fosse corrigido pela inflação?

Às vésperas da 22ª edição do reality show, números mostram que prêmio superaria R$ 4 milhões para manter o mesmo poder de compra de 2010

O prêmio teria de ser superior a 4 milhões de reais para se equiparar ao que foi oferecido na edição de 2010 (Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

O prêmio teria de ser superior a 4 milhões de reais para se equiparar ao que foi oferecido na edição de 2010 (Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

KS

Karina Souza

Publicado em 3 de janeiro de 2022 às 18h33.

Última atualização em 7 de janeiro de 2022 às 15h07.

Ganhar o prêmio de 1,5 milhão de reais é o objetivo de todos os participantes que entram no Big Brother Brasil. Não sem razão: o montante continua sendo suficiente para mudar a vida de — praticamente — qualquer brasileiro desde 2010. Mas, é inegável que a realidade nos últimos anos mudou e muito. Uma análise da FGV feita de 2011 a 2020 mostrou que a inflação média do período foi de 5,84% — longe de ter um comportamento anual homogêneo. Diante dos altos e baixos da economia, fica a questão: de quanto seria o prêmio do BBB em 2022, caso fosse corrigido pela inflação?

A pandemia mexeu com a saúde mental dos brasileiros, mas é possível dar a volta por cima. Descubra como.

A pedido da EXAME, o professor Alberto Ajzental, da FGV, fez as contas e mostra que o prêmio teria de ser superior a 4 milhões de reais para se equiparar ao que foi oferecido na edição de 2010, a primeira em que o prêmio do reality foi anunciado como 1,5 milhão de reais. Mais precisamente, teria de ser de R$ 4.022.180, corrigido pelo IPCA acumulado no período.

Há 12 anos, o vencedor levava para casa 2.941 salários-mínimos ou cerca de 842.000 dólares. Sem correção, os mesmos 1,5 milhão de reais equivalem hoje a 1.364 salários-mínimos e cerca de 269.000 dólares.

"Caso fosse corrigido pelo IPCA, o índice de inflação oficial do governo, este prêmio em dezembro de 2021 seria de 4,02 milhões de reais, o que equivale a 3.657 salários-mínimos ou cerca de 721.000 dólares", afirma Alberto Ajzental, economista da FGV-SP, à EXAME. Considerando a primeira edição do reality show, o BBB 01 (realizado em 2002), o valor oferecido à época, de 500.000 reais, seria equiparável a 2,5 milhões hoje.

Mesmo com a mudança, o valor equivaleria a menos de 1% da receita arrecadada pela emissora com publicidade. De acordo com informações divulgadas em dezembro, a Globo já vendeu 600 milhões de reais em cotas negociadas para ações publicitárias no programa e nos intervalos. Entre as marcas que investiram em peso no programa, estão Americanas, Avon e PicPay, com cotas que valem mais de 91 milhões de reais cada uma.

E não se trata de um comportamento atípico. Em 2021, foram 530 milhões de reais negociados em cotas publicitárias — uma exposição vista como vantajosa para os anunciantes, que decidiram repetir a dose em 2022 após a alta de audiência no programa gerada por personagens como Gil do Vigor e Juliette. Resta acompanhar os resultados de 2022.

 

Acompanhe tudo sobre:BBBEXAME-no-InstagramReality shows

Mais de Pop

De volta às origens? Juninho, ex-BBB 24, volta a trabalhar como motoboy

Show da Madonna no Rio: Globo arrecada quantia milionária com a transmissão; veja valor

Kylie Jenner está grávida de Timothée Chalamet? Rumor atiça a internet; veja o que sabemos

Ovo de galinha é arrematado por R$ 14 mil em leilão na Índia; entenda o motivo

Mais na Exame