Negócios

Vodafone e Deutsche Telekom negociam TV em banda larga

Segndo fonte, negócio permitiria à empresa britânica oferecer TV por banda larga super rápida na Alemanha


	Consumidores passam por loja da Vodafone em Berlim: companhia está sob pressão para mostrar que pode competir com grupos de TV a cabo com uma oferta combinada
 (Adam Berry/Getty Images)

Consumidores passam por loja da Vodafone em Berlim: companhia está sob pressão para mostrar que pode competir com grupos de TV a cabo com uma oferta combinada (Adam Berry/Getty Images)

DR

Da Redação

Publicado em 4 de abril de 2013 às 12h40.

Londres - A Vodafone está negociando com a Deutsche Telekom para um negócio que permitiria à empresa britânica oferecer TV por banda larga super rápida na Alemanha, disse uma pessoa familiarizada com a situação.

A Vodafone, conhecida como operadora de telefonia celular, que tem de alugar linhas fixas em alguns mercados para oferecer banda larga, está sob pressão de investidores e analistas para mostrar que pode competir com grupos de TV a cabo e empresas de telecomunicações que podem atrair clientes com uma oferta combinada para chamadas de fixo-móvel, banda larga e TV.

A oferta combinada, especialmente de operadoras de TV a cabo, tem-se mostrado mais atraente, conforme consumidores assistem mais programas na TV, laptops e smartphones.

Mas as negociações na Alemanha sobre telefonia fixa e o plano anunciado em março para construir uma rede de fibra de banda larga com a France Telecom na Espanha, mostram que a Vodafone tem outras opções além de aquisições.

A Vodafone não quis comentar e a Deutsche Telekom não respondeu aos pedidos de comentários na quinta-feira.

A pessoa a par da situação, que falou em condição de anonimato, disse que a Vodafone Alemanha e a Deutsche iniciaram as negociações em dezembro sobre concordarem com um novo acordo de vendas para a tecnologia de fluxo de bits chamada VDSL. A empresa britânica tem 34 milhões de clientes na Alemanha.

A tecnologia VDSL ajuda a aumentar a velocidade de uma rede tradicional de cobre e as conversas são sobre o acesso a isso e sobre projetos nos quais a Deutsche está trabalhando, que irão proporcionar velocidades ainda mais rápidas de até 100 Mbits por segundo e garantir a entrega segura da TV pela internet.

A fonte disse que as discussões estavam lentas, mas seriam retomadas em breve, e que a Vodafone não descartou ter que recorrer ao regulador local para procurar ajuda, caso não pudesse chegar a um preço que satisfaça os dois lados.

Acompanhe tudo sobre:Deutsche TelekomEmpresasEmpresas alemãsEmpresas inglesasTelecomunicaçõesVodafone

Mais de Negócios

Shopee ultrapassa Amazon e se torna segundo e-commerce mais acessado do Brasil em maio; veja a lista

Por que a Cimed está disposta a pagar R$ 450 milhões pela Jequiti

Com solução para quem enfrenta o câncer, a Oncoclínicas&Co é eleita uma das Melhores do ESG

Empresa do Paraná que ajuda na cobrança de dívidas compra startup de Natal e mira R$ 100 milhões

Mais na Exame