Negócios

Verizon e Yahoo concordam com oferta mais baixa de compra

Acordo irá combinar os recursos de busca, email e de mensagens do Yahoo, além de ferramentas de tecnologia de publicidade com a unidade AOL da Verizon

Verizon estava tentando persuadir o Yahoo a alterar os termos do acordo para refletir o dano econômico de dois ataques cibernéticos (Jin Lee/Bloomberg/Bloomberg)

Verizon estava tentando persuadir o Yahoo a alterar os termos do acordo para refletir o dano econômico de dois ataques cibernéticos (Jin Lee/Bloomberg/Bloomberg)

R

Reuters

Publicado em 21 de fevereiro de 2017 às 12h06.

Última atualização em 21 de fevereiro de 2017 às 12h06.

A Verizon Communications, operadora de telefonia móvel número 1 dos Estados Unidos, afirmou na terça-feira que concordou em comprar o negócio de internet do Yahoo por 4,48 bilhões de dólares, cerca de 350 milhões de dólares a menos do que o preço original.

O acordo irá combinar os recursos de busca, email e de mensagens do Yahoo, bem como ferramentas de tecnologia de publicidade com a unidade AOL da Verizon.

A Verizon estava tentando persuadir o Yahoo a alterar os termos do acordo para refletir o dano econômico de dois ataques cibernéticos.

O fechamento do negócio, que foi anunciado pela primeira vez em julho, foi adiado enquanto as empresas avaliavam as conseqências financeiras das brechas de segurança que o Yahoo divulgou no ano passado.

As empresas disseram nesta terça-feira que esperam que o negócio seja concluído no segundo trimestre.

Sob os termos alterados, Yahoo e Verizon vão dividir as responsabilidades financeiras relacionadas com algumas investigações do governo e litígios de terceiros relacionadas com as violações.

O Yahoo continuará responsável por passivos de ações de acionistas e investigações da Securities and Exchange Commission (SEC, na sigla em inglês), órgão que regula o mercado de capitais dos EUA.

Acompanhe tudo sobre:VerizonYahoo

Mais de Negócios

“É função dos empresários iniciar um novo RS”, diz CEO da maior produtora de biodiesel do país

Na Prosegur, os candidatos são avaliados pela simpática Rose, a chatbot do grupo

Baré, Fruki, Coroa, Jesus: conheça os refrigerantes de guaraná que bombam pelos estados do Brasil

De gravadora a companhia aérea: conheça Richard Branson, o bilionário que inspira os donos da Cimed

Mais na Exame