Acompanhe:
seloNegócios

TV por assinatura perde clientes no Brasil

Empresas de televisão por assinatura registram queda nos últimos 12 meses e em relação a janeiro deste ano

Modo escuro

Continua após a publicidade
TV: num quadro geral, as empresas tiveram uma queda de 4,09% no número de assinaturas (Ezume Images/iStockphoto)

TV: num quadro geral, as empresas tiveram uma queda de 4,09% no número de assinaturas (Ezume Images/iStockphoto)

E
EXAME Hoje

Publicado em 2 de abril de 2018 às, 12h31.

Última atualização em 2 de abril de 2018 às, 19h20.

A televisão por assinatura tradicional registrou uma queda considerável logo no início deste ano. Em relatório publicado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), as empresas de televisão por assinatura que atuam no Brasil perderam 761.726 clientes nos últimos 12 meses, e 120.004 (ou 0,67%) entre janeiro de fevereiro deste ano.

Números relativamente preocupantes, em um cenário em que a televisão por streaming tem reinado no mercado de atrair os olhos e a atenção daqueles que amam assistir a um filme ou uma série.

Num quadro geral, as empresas tiveram uma queda de 4,09% no número de assinaturas. Mas algumas empresas do ramo não sentiram nem de perto esta queda.

A Sky, por exemplo, é segunda maior operadora de TV por assinatura do país e conseguiu ampliar sua base de clientes em 12 meses em 68,2 mil, ou 1,31 %, para 5,291 milhões contratos.

Mesmo com um saldo anual positivo, a empresa registrou o pior desempenho entre as maiores operadoras do país, com a perda de 71,2 mil assinantes em fevereiro, em relação ao mês anterior.

Confira abaixo o desempenho das demais empresas que atuam no país:

[infogram url='https://infogr.am/a09bda0d-20fb-4fab-a5da-e2a703b52b37']

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais