Negócios

Triunfo pede homologação de recuperação extrajudicial

A empresa de infraestrutura fechou com cerca de 20 bancos os termos de reestruturação de dívidas no valor total de 2,1 bilhões de reais

Triunfo Participações: empresa diz buscar equalizar suas dívidas financeiras, a fim de manter sua atividade empresarial (Triunfo Participações/Concer/Divulgação)

Triunfo Participações: empresa diz buscar equalizar suas dívidas financeiras, a fim de manter sua atividade empresarial (Triunfo Participações/Concer/Divulgação)

R

Reuters

Publicado em 23 de julho de 2017 às 13h05.

Última atualização em 3 de agosto de 2018 às 17h48.

São Paulo - A Triunfo Participações e Investimentos ajuizou em São Paulo pedido de homologação judicial de planos de recuperação judicial, informou a empresa em fato relevante divulgado na noite de sábado, em um movimento para ganhar mais tempo para finalizar projetos e reduzir seu porte gradualmente.

A empresa de infraestrutura fechou com cerca de 20 bancos os termos de reestruturação de dívidas no valor total de 2,1 bilhões de reais, de acordo com matéria publicada pela Reuters no sábado.

O pedido de homologação da recuperação extrajudicial, segundo a Triunfo, se deve à execução por parte de credores financeiros das dívidas e garantias das controladas de concessão rodoviária Concer e Concebra; risco inerente de bloqueios judiciais de ativos operacionais e financeiros essenciais à manutenção de atividades; restrição de liquidez; queda do desempenho operacional e necessidade de aportes não previstos nas controladas.

"Com os planos de recuperação extrajudicial, a companhia e suas controladas Concer, Maestra, NTL, Dable e Vessel-Log buscam equalizar suas dívidas financeiras, a fim de manter sua atividade empresarial", disse a Triunfo em fato relevante.

Acompanhe tudo sobre:Recuperações extrajudiciaisRecuperações judiciaisTriunfo Participações

Mais de Negócios

Com doações da Gerdau e da Vale, novo fundo mira R$ 100 milhões para ajudar a reconstruir o RS

“Sem dados não é possível fazer a comparação da energia que merecemos”, diz especialista da Globant

O plano de R$ 250 milhões da dona dos sorvetes Nestlé para ganhar a liderança do mercado no Brasil

5 tipos de embalagens de alimentos para priorizar nas compras do supermercado

Mais na Exame