Negócios

Congressistas expressam preocupação com fusão da Comcast

Congressistas norte-americanos mostraram preocupação com a fusão das duas principais operadoras de TV a cabo do país


	David Cohen, vice-presidente da Comcast, durante uma audiência para discutir o plano da companhia de se fundir com a Time Warner Cable
 (Jonathan Ernst/Reuters)

David Cohen, vice-presidente da Comcast, durante uma audiência para discutir o plano da companhia de se fundir com a Time Warner Cable (Jonathan Ernst/Reuters)

DR

Da Redação

Publicado em 8 de maio de 2014 às 17h52.

Washington - Congressistas norte-americanos mostraram preocupação com a fusão das duas principais operadoras de TV a cabo do país numa audiência nesta quinta-feira para discutir o plano da Comcast de se fundir com a Time Warner Cable.

Embora nenhum parlamentar tenha pedido que reguladores federais bloqueiem a transação, tanto republicanos como democratas alertaram que havia potenciais aspectos negativos do acordo de 45 bilhões de dólares.

O congressista Blake Farenthold, republicano do Texas, disse ter preocupações sobre se produtores menores teriam capacidade de vender vídeo para as operadoras.

"Não quero soar hostil à fusão", disse, mas grupos de interesse levantaram tais questões.

Já o congressista John Conyers, democrata crítico de grandes fusões, disse que a fusão entre Comcast e Time Warner teria 30 por cento do mercado de TV a cabo, ao menos 40 por cento da banda larga, 19 dos 20 maiores mercados de cabo e um grande canal em espanhol, assim como canais de filmes e esportes.

Acompanhe tudo sobre:ComcastEmpresasEmpresas americanasFusões e AquisiçõesTime WarnerTVTV a cabo

Mais de Negócios

Startup brasileira quer usar hemogramas e IA para acelerar diagnóstico do câncer de mama

A rota da KLM para transformar viagens em conexões inesquecíveis

Lembra dela? TecToy volta a apostar no mercado game e lança computador, acessórios e até jogos

Giovanna Antonelli, Caio Castro, Deborah Secco e mais: conheça franquias com sócios famosos

Mais na Exame