Acompanhe:

Statoil reverte prejuízo e lucra US$ 2,58 bi no 4º trimestre

Receita da empresa subiu 35% na mesma comparação, para US$ 17,11 bilhões, ante expectativa de US$ 16,01 bilhões de analistas

Modo escuro

Statoil: empresa disse que pretende investir 15% a 20% de seu gasto total de capital em novas soluções de energia até 2030 (Kent Skibstad/Reuters)

Statoil: empresa disse que pretende investir 15% a 20% de seu gasto total de capital em novas soluções de energia até 2030 (Kent Skibstad/Reuters)

E
Estadão Conteúdo

Publicado em 7 de fevereiro de 2018, 10h31.

Oslo - A companhia norueguesa Statoil informou que registrou lucro líquido de US$ 2,58 bilhões no quarto trimestre de 2017, o que reverteu prejuízo de US$ 2,79 bilhões em igual período do ano anterior.

A receita da empresa subiu 35% na mesma comparação, para US$ 17,11 bilhões, ante expectativa de US$ 16,01 bilhões dos analistas ouvidos pelo Wall Street Journal. A Statoil ainda apontou que elevou seu dividendo em 4,5%, a US$ 0,23 por ação.

O lucro ajustado antes de juros e impostos, que exclui itens únicos para mostrar o desempenho subjacente da empresa, mais que dobrou no ano, para US$ 3,96 bilhões, ante a expectativa de US$ 3,75 bilhões dos analistas.

A empresa disse ainda que pretende investir 15% a 20% de seu gasto total de capital em novas soluções de energia até 2030.

O Estado norueguês detém 67% da Statoil, que teve seus resultados beneficiados pelos preços mais altos do petróleo e por gastos menores de capital.

Após projetar gasto de capital de US$ 11 bilhões em 2017, a empresa levou esse número a US$ 9,7 bilhões. O preço médio do Brent subiu a US$ 61,3 no quarto trimestre, de US$ 49,3 em igual período do ano anterior. A Statoil teve produção de 2,134 milhões de barris de petróleo equivalente por dia no quarto trimestre, uma alta ante os 2,095 milhões de igual período de 2016. Ela estima que sua produção cresça 1% a 2% em 2018.

Às 9h45 (de Brasília), a ação da Statoil subia 3,09% na Bolsa de Oslo.