Acompanhe:
seloNegócios

Startup criada para promover o envelhecimento saudável recebe R$ 8 milhões em aporte

A rodada foi liderada pela Valor Capital Group e acompanhada por investidores como a GreenRock e Norte Ventures

Modo escuro

Continua após a publicidade
Renato Tilkian, Michael Kapps, Angelina Clarke, da Sanii: queremos estimular as funções cognitiva de pessoas com mais 60 anos e diminuir o risco de doenças (Sanii/Divulgação)

Renato Tilkian, Michael Kapps, Angelina Clarke, da Sanii: queremos estimular as funções cognitiva de pessoas com mais 60 anos e diminuir o risco de doenças (Sanii/Divulgação)

O envelhecimento da população brasileira é um fato, assim como a carência de recursos no país para apoiar a realidade que se impõe. É um desafio - e uma oportunidade - para o qual a Sanii pretende olhar. A startup entrou no mercado recentemente com a oferta de levar atendimento especializado para a casa de pessoas com mais de 60 anos e estimular o desempenho cognitivo. 

Em seus primeiros meses, o negócio acaba de atrair um cheque de R$ 8 milhões. O valor, captado em rodada pré-seed, teve a liderança da Valor Capital Group e ainda investidores como a GreenRock e Norte Ventures.

“Nós criamos um programa de estimulação cognitiva para pessoas com mais de 60 anos com o objetivo de melhorar a atenção e a memória e diminuir a incidência de Alzheimer e demência, além de outras doenças crônicas”, afirma Renato Tilkian, sócio-fundador da startup. 

O executivo atua no mercado de saúde há mais de 17 anos. Ele começou participando em processos de fusões e aquisições em empresas como Amil, DNA Capital e MTS Health Partners. Como empreendedor, cofundou a casa de repouso Hanami Residencial, em 2014, e Clínica Yuna, para pacientes de reabilitação.

Na Sanii, tem como sócios Angelina Clarke, com experiência em consultoria e ex-vp de estratégia da Descomplica, e Michael Kapps, fundador do app de saúde mental ViTalk, adquirido pelo Gympass em 2022

Como funciona o produto da Sanii

O serviço está em funcionamento em São Paulo, em 28 bairros da capital, e opera a partir de planos mensais, personalizados a partir da demanda e do bolso dos clientes. Em cada sessão de 1h30, profissionais como médicos, psicólogos e terapeutas ocupacionais combinam um catálogo de atividades, entre exercícios físicos e mentais, para estimular melhores hábitos no dia a dia dos clientes. 

Por ora, os atendimentos funcionam em modelos individuais, somente na casa de paciente. Nas próximas semanas, a startup deve inaugurar o Espaço Sanii, e entrar em nova fase.

Localizada em Higienópolis, região nobre da cidade, o espaço permitirá que a Sanii ofereça atividades em grupo. Na lista, estão práticas de pilates, yoga, oficina da memória e aula sobre atualidades. Neste formato coletivo, o plano mensal com uma sessão por semana sai em torno de R$ 290 - no individual, R$ 890.   

Neste primeiro momento, os serviços ofertados pela startup são todos presenciais. “A ideia é começar no presencial, entender e conhecer o público e, em algum momento, fazer alguma coisa digital para atender outras regiões e poder aumentar a nossa possibilidade de crescimento”, afirma Tilkian. 

Como os recursos serão aplicados

A entrada no novo capital vem para acelerar a proposta de valor da startup, com a contratação de profissionais e o desenvolvimento da metodologia. Além disso, a Sanii prevê destinar uma boa parte dos valores para as estratégias de marketing e vendas.

Com um formato de atendimento presencial residencial e um modelo ainda embrionário, a empresa tem o desafio de convencer filhos, companheiros e os próprios idosos - os três principais públicos contratantes - que entrega os benefícios que promete. O próprio Espaço Sanii foi antecipado para facilitar essa conexão entre a marca e o público com mais de 60 anos.  

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
"Novo chamado": com R$ 1 bi em receita, francesa compra negócio no Brasil para ser a TI das empresas
seloNegócios

"Novo chamado": com R$ 1 bi em receita, francesa compra negócio no Brasil para ser a TI das empresas

Há 3 horas

Jensen Huang, fundador da Nvidia, fica R$ 41,5 bilhões mais rico em menos de 24 horas
seloNegócios

Jensen Huang, fundador da Nvidia, fica R$ 41,5 bilhões mais rico em menos de 24 horas

Há 5 horas

Chega de teoria: veja, na prática, como criar um negócio do zero utilizando ferramentas de IA
seloNegócios

Chega de teoria: veja, na prática, como criar um negócio do zero utilizando ferramentas de IA

Há 9 horas

Goldman Sachs lidera aporte de US$ 55 mi em Simetrik, startup que tem Brasil como pilar de expansão
seloNegócios

Lego do acerto de contas, Simetrik capta US$ 55 mi para avançar no Brasil

Há 11 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais