Negócios

Santander confirma a escolha de Fábio Barbosa para liderar fusão Real-Santander

Presidente do Real vence disputa com o colombiano Gabriel Jaramillo e assume o comando da operação brasileira.

EXAME.com (EXAME.com)

EXAME.com (EXAME.com)

DR

Da Redação

Publicado em 23 de agosto de 2011 às 21h36.

Conforme a EXAME antecipou ontem, (<a href="http://portalexame.com/gestaoepessoas/m0152724.html" target="_blank"><strong>clique aqui para ver a notícia na íntegra</strong></a> ) o banco Santander anunciou oficialmente, nesta terça-feira, que o atual presidente do Banco Real, Fábio Barbosa, vai chefiar todos os negócios do grupo espanhol no Brasil. A mudança ocorrerá assim que forem obtidas as autorizações e o Banco Real se separar legalmente do grupo ABN-Amro. Até que esse processo de separação não ocorra, Banco Real e Santander Brasil irão manter operações jurídicas separadas.</p>

O atual presidente do Santander no Brasil, o colombiano Gabriel Jaramillo, será transferido para o posto de diretor do banco para a América Latina. Enquanto Barbosa não assume o comando da operação brasileira, José Paiva substituirá Gabriel Jaramillo interinamente.

Barbosa será o primeiro brasileiro a comandar o banco no Brasil, contrariando um padrão seguido em suas operações ao redor do mundo. Em geral, o Santander substitui a cúpula dos bancos comprados por executivos de seu próprio quadro.  Antes de Jaramillo, o português Antônio Horta Osório estava no comando da operação brasileira. A decisão surpreendeu o mercado, já que a expectativa era que Jaramillo fosse o indicado para liderar a integração dos dois bancos.

Em outubro do ano passado, o Santander, em conjunto com o britânico Royal Bank of Scotland (RBS) e o belgo-holandês Fortis, adquiriu o controle do holandês ABN Amro Bank por 100 bilhões de dólares. No acordo, a unidade brasileira do ABN ficaria sob o comando do Santander.

Acompanhe tudo sobre:BancosEmpresasEmpresas abertasEmpresas espanholasExecutivosExecutivos brasileirosFábio BarbosaFinançasFusões e AquisiçõesPersonalidadesSantander

Mais de Negócios

"Menino prodígio" explora a genialidade e as camadas de Tony Hsieh, ex-CEO da Zappos

ChatGPT para finanças: veja 6 truques secretos de inteligência artificial para análises financeiras

Gerdau reafirma plano de investimentos e otimização de sua operação no Brasil

O Brasil é um oceano vermelho para fintechs, mas atraiu essa startup do Cazaquistão. Por quê?

Mais na Exame