Exame logo 55 anos
Remy Sharp
Acompanhe:
seloNegócios

Presidente da Ryanair critica isolamento e prevê mil voos diários em julho

Ele criticou medidas como isolar passageiros por 14 dias ao chegar e deixar o assento do meio vazio nas aeronaves durante a pandemia de coronavírus

Modo escuro

Continua após a publicidade
Aviões da Ryanair parados em Dublin: empresa fez 600 voos em abril (Jason Cairnduff/Reuters)

Aviões da Ryanair parados em Dublin: empresa fez 600 voos em abril (Jason Cairnduff/Reuters)

K
Karin Salomão

Publicado em 12 de maio de 2020 às, 17h55.

Última atualização em 12 de maio de 2020 às, 20h41.

Para o presidente da companhia aérea de baixo custo Ryanair, Michael O'Leary, os voos e as viagens devem voltar em breve. Apostando em um retorno do turismo, a companhia prevê voltar a operar mais de 1.000 voos por dia a partir de julho. 

Com sede na Irlanda, a Ryanair irá tornar máscaras e medição de temperatura obrigatórios para passageiros e tripulantes e irá remover pagamentos em dinheiro dentro das aeronaves para compra de petiscos. Para evitar filas nos corredores das aeronaves, os passageiros precisarão pedir permissão aos comissários para usar o banheiro.

Apesar dessas precauções, o presidente da companhia, tem sido crítico a certas medidas de isolamento. A crítica mais recente é em relação às novas regras de movimentação no Reino Unido. Passageiros que chegam ao país devem ficar 14 dias isolados na acomodação ou em casa ao chegar à região.

"É uma medida não implementável e impraticável, então eu acredito que as pessoas vão, em sua maioria, ignorá-la, o que não é bom", disse O'Leary em entrevista à emissora BBC.

De acordo com ele, essa medida não irá impedir que famílias inglesas viajem para o sul durante férias de verão, para países como Espanha ou Portugal. "As pessoas estão confinadas desde o meio de março. As pessoas estão realmente ansiosas para sair e, eu acho, ir para o exterior, para o sol", disse ele. 

A companhia aérea anunciou hoje que pretende retomar 40% de sua agenda normal de voos a partir do dia 1° de julho, decisão sujeita às flexibilizações de viagens entre os países da União Europeia e às medidas de segurança e saúde dos aeroportos.

Com a retomada das viagens, a empresa deverá operar quase 1.000 voos por dia e restaurar 90% de sua malha aérea — por enquanto, a empresa está operando apenas 30 voos diários. 

O presidente também criticou as determinações do governo para que as companhias aéreas deixassem o assento do meio livre para diminuir o risco de transmissão. Ele afirmou, em abril, que, se essa decisão fosse tomada pelo governo da Irlanda, a companhia aérea exigiria indenização pelos assentos vazios.

Na ocasião, ele detalhou planos para voltar a voar entre países europeus em julho com até 80% dos voos, mas que esses planos poderiam ser repensados se houvesse "alguma medida de distanciamento social inteiramente ineficiente", segundo a visão do executivo. "Se os assentos do meio estiverem vazios, não vamos voltar a voar", disse em entrevista ao Financial Times.

Últimas Notícias

Ver mais
Com copos de plástico reciclado coletado no litoral brasileiro, Corona estreia no Primavera Sound

seloNegócios

Com copos de plástico reciclado coletado no litoral brasileiro, Corona estreia no Primavera Sound

Há 15 horas

Ele ouviu que não tinha cara de CEO. Hoje, fatura milhões e faz o maior evento de inovação de Maceió

seloNegócios

Ele ouviu que não tinha cara de CEO. Hoje, fatura milhões e faz o maior evento de inovação de Maceió

Há 16 horas

Metalúrgicos da GM aprovam abertura de Programa de Demissão Voluntária

seloNegócios

Metalúrgicos da GM aprovam abertura de Programa de Demissão Voluntária

Há 17 horas

Conheça o novo negócio bilionário de um dos fundadores da Zap Imóveis

seloNegócios

Conheça o novo negócio bilionário de um dos fundadores da Zap Imóveis

Há 17 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Com copos de plástico reciclado coletado no litoral brasileiro, Corona estreia no Primavera Sound

Com copos de plástico reciclado coletado no litoral brasileiro, Corona estreia no Primavera Sound

Com itens personalizados, Tramontina usa expertise para aproveitar alta dos presentes de fim de ano

Com itens personalizados, Tramontina usa expertise para aproveitar alta dos presentes de fim de ano

Suvinil investe para criar embalagens e produtos mais sustentáveis

Suvinil investe para criar embalagens e produtos mais sustentáveis

Inovação em nuvem e IA: a aposta da Huawei Cloud para o Brasil

Inovação em nuvem e IA: a aposta da Huawei Cloud para o Brasil

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais