Acompanhe:
seloNegócios

Presidente da Abercrombie, famoso por polêmicas, se aposenta

A sua saída marca 11 trimestres seguidos de queda nas vendas; a empresa ainda não nomeou sucessor

Modo escuro

Continua após a publicidade

	Loja da Abercrombie & Fitch em Nova York: a saída do presidente marca 11 trimestres seguidos de queda nas vendas
 (Mario Tama/Getty Images)

Loja da Abercrombie & Fitch em Nova York: a saída do presidente marca 11 trimestres seguidos de queda nas vendas (Mario Tama/Getty Images)

K
Karin Salomão

Publicado em 9 de dezembro de 2014 às, 15h04.

São Paulo - O presidente da Abercrombie & Fitch, Mike Jeffries, está se aposentando depois de mais de duas décadas no cargo. Ele ainda não nomeou um sucessor. A sua saída marca 11 trimestres seguidos de queda nas vendas

Em anúncio, ele afirmou que “foi uma honra liderar esse grupo de pessoas extraordinárias”. “Acredito que agora é o momento certo para uma nova liderança levar a empresa adiante, em sua nova fase de desenvolvimento”.

Ele se tornou presidente em 1992. A sua estratégia, desde o início, foi fazer roupas casuais para adolescentes “descolados, americanos atraentes com uma ótima atitude e muitos amigos”, afirmou em entrevista em 2006.

As lojas eram reconhecidas pela meia luz, música eletrônica e atendentes que se assemelhavam a modelos, quase clubes exclusivos.

Tão exclusivos que as lojas limitam a numeração das roupas. Em 2013, Jeffries havia declarado que suas roupas não servem para pessoas fora do padrão de beleza da marca. “Nós queremos vender para clientes descolados e de bela aparência. Eu não quero nossos clientes vendo pessoas não gostosas vestindo nossas roupas”, afirmou.

A empresa começou a ver as vendas caírem. Adolescentes norte-americanos estão deixando de ostentar marcas e preferem roupas mais baratas, compradas pela internet ou em lojas fast fashion. Para tentar mudar o cenário negativo, a empresa tentou diversas alternativas.

No início de 2014, anunciou que iria repaginar sua marca Hollister para tentar reverter a queda de 14% nas vendas do ano passado. Entre os planos da rede estão baixar os preços dos produtos Hollister e modificar um pouco o estilo das lojas. O ambiente discoteca deu lugar a uma loja mais clara e arejada. 

Adaptou seu estilo, baseado nos logos das marcas, até eliminá-los completamente, na tentativa de reconquistar o público jovem.

Não foi o suficiente. As vendas nos Estados Unidos e na Europa continuaram caindo.

Mike Jeffries já havia sido retirado do seu cargo de chairmain em janeiro deste ano. Agora, a empresa afirmou que está procurando um sucessor tanto interna quanto externamente.

Últimas Notícias

Ver mais
SouthRock aceita proposta indicativa e Zamp fica mais perto de comprar Starbucks 
Exame IN

SouthRock aceita proposta indicativa e Zamp fica mais perto de comprar Starbucks 

Há um dia

Análise: Petz, Cobasi e o garoto que vendeu o cachorro por R$ 1 milhão 
Exame IN

Análise: Petz, Cobasi e o garoto que vendeu o cachorro por R$ 1 milhão 

Há 2 dias

LVMH adota a estratégia 'do lixo ao luxo'
ESG

LVMH adota a estratégia 'do lixo ao luxo'

Há 2 dias

Petz e Cobasi selam ‘fusão de iguais’ que cria gigante de R$ 7 bilhões
Exame IN

Petz e Cobasi selam ‘fusão de iguais’ que cria gigante de R$ 7 bilhões

Há 3 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais