Acompanhe:
seloNegócios

Prédio mais alto de SP ganha mirante de vidro e tem visitas a R$ 30

Sampa Sky tem inspiração em atração de Chicago, nos EUA, e garante vista panorâmica da cidade a 150 metros do chão

Modo escuro

Continua após a publicidade
Caixa de vidro: deck tem vidro até no chão e fica suspenso a 150 m (Sampa Sky/Divulgação)

Caixa de vidro: deck tem vidro até no chão e fica suspenso a 150 m (Sampa Sky/Divulgação)

G
Gabriel Aguiar

Publicado em 5 de agosto de 2021 às, 16h04.

Última atualização em 5 de agosto de 2021 às, 22h25.

O que dizer de uma atração que, antes mesmo de abrir ao público, esgotou a agenda para os próximos 40 dias? É exatamente esse o caso do Sampa Sky, espécie de mirante que será inaugurado no 42º andar do Palácio W. Zarzur – também conhecido como Mirante do Vale, alcunha que indica a vocação natural do edifício. E, pelo menos até o ano que vem, é também o prédio mais alto de São Paulo.

Tudo começou com a visitação de André Berti, um dos três sócios do empreendimento, ao Skydeck, em Chicago, nos Estados Unidos, que oferece visitas à “caixa de vidro” desde 2009. E a movimentação teve início em 2019, quando entraram na jogada Antônio Caldeira, dono de todo o pavimento, e Alessandro Martineli, que também é diretor geral da agência de comunicação FleishmanHillard Brasil.

“Esse é meu primeiro empreendimento. Desde a primeira conversa que tivemos, a visão que eu tive do Sampa Sky é que a gente já começaria grande. E somos somente nós, sem nenhum grupo multinacional e nenhum investidor financeiro. Quando contaram a ideia, eu disse que era maravilhosa, mas dependia muito da implementação. Cuidamos de tudo: ideia, execução e financiamento”, diz Martineli.

Alessandro Martineli sócio do Sampa Sky no Mirante do Vale

Alessandro Martineli, sócio do Sampa Sky: Somos somente nós, sem nenhum grupo multinacional e nenhum investidor financeiro (Sampa Sky/Divulgação)

E, de fato, foram necessários oito meses apenas para desenvolver as soluções de engenharia – o edifício tem fachada tombada e, por isso, ambos os decks de observação precisaram ser retráteis. Além disso, o próprio vidro das plataformas recebeu atenção especial: são quatro lâminas de com 10 mm de espessura e três de PVB (polivinil butiral) estrutural para eliminar quaisquer riscos de rompimento.

“Fizemos planos de negócio, de marketing, de comunicação e vimos que o projeto pararia de pé. Nós já pensamos em muito mais coisas para cá, porque só abrimos a metade do andar e temos a outra metade para ampliar. No início das obras, veio a pandemia e paramos tudo.  Tivemos que esperar para ver o que aconteceria. Não fosse isso, a gente teria inaugurado em setembro do ano passado”, afirma.

Por enquanto, o espaço começará as operações com apenas 40% da capacidade – não somente por conta da pandemia, mas para entender como será o movimento. Só que a ideia é avançar, inclusive com novas frentes de negócio, como abertura para grupos e eventos corporativos. E, na metade do ano que vem, a outra metade do andar será incorporada ao Sampa Sky, que passará de 700 m² a 1.500 m².

Sampa Sky no Mirante do Vale

Paisagem: empreendimento permite ver quase toda a cidade de São Paulo (Sampa Sky/Divulgação)

O que temos em mente é recuperar nosso investimento em dois anos. E, de verdade, acreditamos que o negócio terá essa velocidade. Nosso plano de investimento já prevê a expansão. Como ponto turístico, sabemos que se consolidará. Em relação aos eventos, ainda não vendemos, por motivos óbvios, porque ainda vamos inaugurar. Mas já existe demanda, de empresas até casamentos”, diz o sócio.

Por enquanto, considerando o cenário atual, quase 80% do faturamento (a estimativa não foi revelada) virá das visitações – além disso, pela manhã, o empreendimento é dedicado a grupos e estudantes. Mas a previsão é de que, em cerca de dez meses, o share mude para 50% com visitações, 15% com grupos e 35% com eventos. Caso seja necessário, basta reajustar os horários dedicados a cada frente.

“Nós pensamos em ter ativações. Mas não vou mentir que, neste começo, não ter um bar é até melhor. Porque, se tivermos outras atrações, os visitantes ficarão mais tempo e é difícil por conta da pandemia. Podemos evoluir para algo com bebidas. E devemos. Mas esse processo operacional ditará como será a médio e longo prazo. Porque, a curto prazo, acreditamos que é a melhor estratégia”, afirma.

Sampa Sky no Mirante do Vale

Funcionamento: além da visitação, haverá eventos futuramente (Sampa Sky/Divulgação)

Para quem estiver interessado, os ingressos têm preços promocionais durante os primeiros dois meses, sempre a 30 reais. Depois, o valor será de 60 reais para a entrada convencional – também haverá opção de meia entrada. Mas quase todas as datas já estão preenchidas, inclusive nos fins de semana seguintes à oferta especial. De terça-feira a sábado, funciona das 11h às 19h; aos domingos, até 16h.

E aqui vale uma dica da EXAME: diferentemente da atração original, em Chicago, que fica no 103º andar do Willis Tower, o Sampa Sky está a menos de metade da distância do solo. Mas os 150 metros de altura são suficientes para causar vertigens (em segurança), principalmente porque ruas e avenidas ficam bem sob os pés. Além disso, há vistas panorâmicas do centro histórico e da Serra da Cantareira.

Últimas Notícias

Ver mais
As águas do Sul: conheça o Hotel das Cataratas, propriedade de luxo dentro do Parque Nacional
Casual

As águas do Sul: conheça o Hotel das Cataratas, propriedade de luxo dentro do Parque Nacional

Há 8 horas

São Paulo promove nesta sexta-feira Dia D contra a Dengue
Brasil

São Paulo promove nesta sexta-feira Dia D contra a Dengue

Há 23 horas

Prefeito de São Paulo bate boca com moradores em vistoria de obra na Vila Mariana, na Zona Sul
Brasil

Prefeito de São Paulo bate boca com moradores em vistoria de obra na Vila Mariana, na Zona Sul

Há um dia

Rodízio SP hoje, março 2024: horários, finais de placa, regiões e valor da multa
Guia do Cidadão

Rodízio SP hoje, março 2024: horários, finais de placa, regiões e valor da multa

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais