Portugal decide vender 66% da companhia aérea TAP

Cinco por cento da companhia aérea ficará reservado para trabalhadores e o governo manterá fatia de 34 por cento na empresa

Lisboa - O governo português decidiu vender até 66 por cento da companhia aérea TAP, em um relançamento da privatização da empresa, afirmou o secretário de Estado para Transportes, Sérgio Monteiro, nesta quinta-feira.

Cinco por cento da companhia aérea ficará reservado para trabalhadores e o governo manterá fatia de 34 por cento na empresa, além de opção para vender essa participação remanescente dentro de dois anos após a privatização.

Monteiro afirmou que não há prazo definido para a venda.

O ministro da Economia, Antonio Pires de Lima, tem afirmado que há vários potenciais compradores interessados na TAP. Em 2012, o governo rejeitou a única oferta válida feita pelo empresário latino-americano German Efromovich, dono da companhia aérea AviancaTaca.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.