Negócios

Por dentro do arrojado laboratório de inovação da Vivo

O Vivo Digital Labs, novo centro de desenvolvimento e inovação da operadora de telefonia, tem arquitetura inspirada nas empresas do Vale do Silício

Christian Gebara (ao centro, de camisa branca) e parte da equipe: o Vivo Digital Labs foi pensado para desenvolvimento ágil e criativo (Maurício Grego/Exame)

Christian Gebara (ao centro, de camisa branca) e parte da equipe: o Vivo Digital Labs foi pensado para desenvolvimento ágil e criativo (Maurício Grego/Exame)

Maurício Grego

Maurício Grego

Publicado em 16 de abril de 2018 às 05h47.

Última atualização em 16 de abril de 2018 às 08h52.

São Paulo — A Vivo, marca comercial da Telefônica no Brasil, inaugura, nesta segunda-feira, um novo laboratório de inovação e desenvolvimento de software. Sua arquitetura, inspirada nas empresas do Vale do Silício, foi toda pensada para promover a criatividade e a troca de experiências entre os profissionais que desenvolvem os sites na web e os aplicativos da empresa.

O Vivo Digital Labs tem uma missão ousada pela frente. Seu objetivo é acelerar o desenvolvimentos de canais digitais para atendimento aos 80 milhões de clientes da empresa. Com mais usuários resolvendo problemas, solicitando visitas técnicas, esclarecendo dúvidas e contratando novos serviços por meio de aplicativos e sites, a Vivo espera reduzir o custo do atendimento e melhorar a satisfação dos clientes.

O laboratório ocupa metade de um andar num dos prédios da Vivo na zona Sul de São Paulo. Nele, devem trabalhar, inicialmente, 160 profissionais. “É uma mudança cultural. Desmontamos salas, flexibilizamos horários, dividimos os desenvolvedores em ‘squads’ e adotamos técnicas de desenvolvimento ágil”, diz Christian Gebara, vice-presidente executivo da Vivo. “Até mudamos a maneira de recrutar os profissionais, passando a usar mais as redes sociais e as indicações para buscá-los”, completa.

Com essas mudanças, Gebara espera que as equipes de desenvolvimento se tornem mais eficientes e criativas. EXAME visitou o Vivo Digital Labs poucos dias antes da inauguração oficial. Veja o que esse espaço de trabalho tem de especial.

Acompanhe tudo sobre:Sedes de empresasSoftwareTelecomunicaçõesTelefônicaVivo

Mais de Negócios

“É função dos empresários iniciar um novo RS”, diz CEO da maior produtora de biodiesel do país

Na Prosegur, os candidatos são avaliados pela simpática Rose, a chatbot do grupo

Baré, Fruki, Coroa, Jesus: conheça os refrigerantes de guaraná que bombam pelos estados do Brasil

De gravadora a companhia aérea: conheça Richard Branson, o bilionário que inspira os donos da Cimed

Mais na Exame