Negócios

Petrobras planeja vender parte de seus ativos, diz Folha

Objetivo é levantar dinheiro em meio à crise para, assim, reduzir sua dívida e preservar o caixa


	Postos BR: parte da distribuidora pode ser vendida pela Petrobras
 (Divulgação)

Postos BR: parte da distribuidora pode ser vendida pela Petrobras (Divulgação)

Tatiana Vaz

Tatiana Vaz

Publicado em 17 de março de 2015 às 11h07.

São Paulo – Diante da desconfiança do mercado e da apuração de denúncia da Operação Lava Jato, a Petrobras já começa a por em prática o plano de vender parte de seu patrimônio.

O objetivo é levantar dinheiro em meio à crise para, assim, reduzir sua dívida e preservar o caixa. As informações são do jornal Folha de S. Paulo de hoje.

A companhia, segundo o jornal, estaria definindo o que será oferecido ao mercado e a análise pode incluir usinas termelétricas, participações em distribuidoras de gás e em campos de petróleo.

Postos de gasolina no exterior e uma fatia da Petrobras Distribuidora, dona da maior rede de postos do país, também poderão ser vendidos.

A estatal já havia comunicado que esperava conseguir 13,7 bilhões de dólares com a operação.

Depois de definidos os ativos, a companhia deve contratar os primeiros bancos encarregados de procurar compradores no Brasil e no exterior.

No entanto, o cenário não é favorável à empresa. Com a queda do preço do petróleo, os valores dos ativos tendem a cair.

Menina dos olhos

Com cerca de 7.500 postos BR no país, a oferta de parte da Petrobras Distribuidora é a que mais desperta interesse de investidores.

A ideia inicial da Petrobras era abrir o capital do negócio na bolsa de valores, plano alterado em decorrência da crise de imagem da empresa.

O tamanho da fatia da distribuidora que será vendido ainda não foi definido. De acordo com o jornal, o Bradesco BBI é quem cuidará da negociação.

Acompanhe tudo sobre:AtacadoCapitalização da PetrobrasComércioEmpresasEmpresas abertasEmpresas brasileirasEmpresas estataisEnergiaEstatais brasileirasGás e combustíveisIndústria do petróleoPetrobrasPetróleoVibra Energia

Mais de Negócios

Anderson Silva fará última luta em solo brasileiro neste sábado; veja como acompanhar

Já reiniciou? Após mais de R$ 22 mi, startup do 'modem inteligente' começa a operar fora do país

Franquia ou um negócio próprio: qual compensa mais? Especialista tem a resposta

Como uma startup organizou uma vaquinha de R$ 76 milhões para o Rio Grande do Sul

Mais na Exame