Petrobras nega saída de diretor financeiro da empresa

O desmentido foi feito em nota dirigida à CVM

Rio de Janeiro - A Petrobras negou hoje (03) que pretenda substituir o diretor financeiro e de Relação com o Investidor da empresa, Almir Barbassa. O desmentido foi feito em nota dirigida à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

As informações sobre a possível saída do diretor financeiro, Almir Barbassa, foram divulgadas na imprensa pelo ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, em um evento no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

O ministro informou, ainda, que o diretor da área internacional da estatal, Jorge Zelada também iria deixar o cargo. Segundo Lobão, a presidenta da Petrobras, Graça Foster teria dito que iria renovar completamente a diretoria da estatal.

Na última sexta-feira, o Conselho de Administração da Petrobras aprovou a troca de dois diretores da companhia: Paulo Roberto Costa, substituído na diretoria de Abastecimento e Refino por José Carlos Cosenza; e Renato Duque, da diretoria de Engenharia, substituído por Richard Olm.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.