Negócios

Petrobras autoriza retomada de negociação com a Sete Brasil

A empresa propôs retomar as negociações com a estatal para tentar viabilizar os contratos de afretamento de sondas para a petroleira

Petrobras: a estatal questiona os valores previstos nos contratos (Ueslei Marcelino/Reuters)

Petrobras: a estatal questiona os valores previstos nos contratos (Ueslei Marcelino/Reuters)

EC

Estadão Conteúdo

Publicado em 23 de junho de 2017 às 19h12.

São Paulo - A diretoria executiva da Petrobras autorizou a participação da companhia em novo processo de negociação com a Sete Brasil, em resposta ao pedido de retomada das negociações formulado por esta empresa, que está em recuperação judicial.

"O resultado das tratativas, qualquer que seja, estará sujeito às normas de governança corporativa e conformidade da Petrobras, bem como à aprovação pelos seus órgãos competentes."

Em audiência realizada na quarta-feira no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, a Sete Brasil propôs retomar as negociações com a estatal para tentar viabilizar os contratos de afretamento de sondas para a petroleira.

A audiência fez parte do processo de recuperação judicial da Sete Brasil, que entrou em crise desde que a Petrobras se negou a levar adiante o projeto de afretamento de 29 sondas para o pré-sal.

A estatal questiona, sobretudo, os valores previstos nos contratos, embora seja uma das sócias da Sete Brasil.

O objetivo do encontro era promover uma mediação entre as duas, mas a Sete Brasil preferiu recorrer à negociação direta, sem intermediários.

A empresa de afretamento tem pressa para chegar a um acordo com a Petrobras, porque, com o projeto suspenso, o dinheiro em caixa é escasso e sua sobrevida, curta.

Para se manter de pé, cortou funcionários, vendeu móveis e computadores e reduziu o escritório, antes de três andares, a um pequeno ambiente onde mantém menos de 20 empregados.

Acompanhe tudo sobre:EmpresasEmpresas estataisPetrobras

Mais de Negócios

A empresa inglesa que inventou a retroescavadeira vai investir R$ 500 milhões no Brasil — veja onde

Fórmula secreta? Como a Disney reinventou sua gestão financeira para continuar no topo

Depois de faturar R$ 300 milhões no Brasil, a Asper quer combater crimes digitais nos Estados Unidos

Em masterclass gratuita, Marcelo Cherto ensina o passo a passo para abrir uma franquia de sucesso

Mais na Exame