Odebrecht quer retirar brasileiros da Líbia ainda hoje

Segunda a empresa, 187 brasileiros deverão ser resgatados

A Odebrecht atua na Líbia desde 2007 (Reprodução)
A Odebrecht atua na Líbia desde 2007 (Reprodução)
DR

Da Redação

Publicado em 22 de fevereiro de 2011 às 17h39.

Rio de Janeiro - A Construtora Odebrecht está mobilizada para retirar ainda hoje (22) os seus funcionários da Líbia, onde uma revolta popular tenta tirar do governo o ditador Muamar Kadafi, há mais de 40 anos no poder. A informação foi dada pela assessoria de imprensa do grupo Odebrecht.

A construtora brasileira tem 5 mil trabalhadores de diversos países trabalhando na Líbia. O grupo dos brasileiros é de 187 pessoas, entre funcionários, mulheres e filhos.

Segundo a assessoria, a operação de retirada dos brasileiros deverá ser efetuada por via aérea, em voos de carreira e aviões fretados.

A Odebrecht está em operação na Líbia desde 2007, onde tem contratos no valor de US$ 1,4 bilhão, para a construção de dois terminais do aeroporto internacional da capital líbia (Trípoli) e para a criação de um anel rodoviário na cidade.

Mais de Negócios

Grupo J&F anuncia investimento de R$ 25 bilhões e criação 10 mil empregos no Brasil

Desenrola para empresas: veja perguntas e respostas sobre os novos programas para MEIs

Raízen Power mira as pequenas empresas para oferecer economia na conta de luz

Kaszek começa a usar caixa de US$ 1 bilhão e diz estar aberta a negócios

Mais na Exame