Negócios

Odebrecht pagará multa de R$2,77 bi em acordo de leniência, diz ministra

Cobrança por desvios de recursos da União e de empresas estatais federais será paga em parcelas anuais, ao longo de 22 anos

Odebrecht: valor será ajustado ao longo do período pela taxa Selic (Guadalupe Pardo/Reuters)

Odebrecht: valor será ajustado ao longo do período pela taxa Selic (Guadalupe Pardo/Reuters)

R

Reuters

Publicado em 9 de julho de 2018 às 17h37.

Última atualização em 9 de julho de 2018 às 17h55.

Brasília - A Odebrecht irá pagar um multa de R$ 2,77 bilhões como parte do acordo de leniência firmado com a Advocacia-Geral da União (AGU) e o Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU), afirmou nesta segunda-feira(09) a ministra-chefe da AGU, Grace Mendonça, a jornalistas.

A cobrança, por desvios de recursos da União e de empresas estatais federais, no entanto, será paga em parcelas anuais, ao longo de 22 anos. Segundo a ministra, como o valor será ajustado ao longo do período pela taxa Selic, a estimativa é que o montante chegue a 6,8 bilhões de reais.

Acompanhe tudo sobre:acordos-de-lenienciaNovonor (ex-Odebrecht)

Mais de Negócios

Boeing se declara culpada no caso dos acidentes do avião 737 Max

20 franquias baratas para empreender em cidades do interior a partir de R$ 6.998

Geração Z é a que mais pede comida via delivery; fast-food lidera preferências

Justiça condena Ypê por assédio eleitoral ao fazer live pró-Bolsonaro em 2022

Mais na Exame