Acompanhe:
seloNegócios

Odebrecht compra empresa responsável por gasoduto no Peru

Aquisição vai viabilizar a construção também de uma planta petroquímica da Braskem, segundo jornal peruano

Modo escuro

Continua após a publicidade
Gasoduto: Odebrecht investe no Peru para expandir o setor (Divulgação)

Gasoduto: Odebrecht investe no Peru para expandir o setor (Divulgação)

M
Márcio Juliboni

Publicado em 25 de abril de 2011 às, 17h36.

São Paulo - A Odebrecht adquiriu 51% da empresa peruana Kuntur, responsável pelo projeto e construção do gasoduto andino do sul. A informação foi passada pelo vice-ministro de Energia do Peru, Daniel Cámac, ao jornal local Gestión. O valor da transação não foi divulgado.

De acordo com a publicação, a Kuntur pertencia ao fundo de investimento Latin Power III, administrado pela Conduit Capital Partners, com sede em Nova York. Agora, a Conduit terá 49% do projeto.

O projeto prevê investimentos de 1,5 bilhão de dólares para transportar o gás de Camisea até as cidades de Cuzco, Arequipa, Puno, Moquegua e Tacna. Segundo Cámac, a Odebrecht confirmou a compra por meio de um comunicado oficial.

Parcerias

O negócio também envolve outras duas grandes companhias brasileiras. De um lado, está a Petrobras, que descobriu gás natural no chamado lote 58, no Peru. A descoberta reforça o compromisso da estatal de participar de uma parceria com a Odebrecht para viabilizar a construção do gasoduto andino.

A outra empresa envolvida é a Braskem, maior petroquímica da América Latina e controlada pela própria Odebrecht. A descoberta de gás pela Petrobras e a compra da Kuntur pela sua controladora devem estimular a Braskem a construir uma unidade petroquímica no Peru.

Segundo o Gestión, Cámac afirmou que foram descobertos 3 trilhões de pés cúbicos (TCF) de gás no país. Do total, 2 trilhões foram encontrados no lote 58, da Petrobras, e outro 1 trilhão pertence ao lote 88, explorado pela Pluspetrol.

Últimas Notícias

Ver mais
Brasil retoma autossuficiência e vê produção de alumínio avançar 24% em 2023
Economia

Brasil retoma autossuficiência e vê produção de alumínio avançar 24% em 2023

Há 17 horas

Além de óculos e relógios: Chilli Beans abre o leque e aposta em bebidas e caixas de som
Casual

Além de óculos e relógios: Chilli Beans abre o leque e aposta em bebidas e caixas de som

Há um dia

AGU apresenta recurso contra afastamento de conselheiro da Petrobras
Brasil

AGU apresenta recurso contra afastamento de conselheiro da Petrobras

Há um dia

Brasil vai colher frutos por liderar regulação de cripto na América Latina, diz executiva da Ripple
Future of Money

Brasil vai colher frutos por liderar regulação de cripto na América Latina, diz executiva da Ripple

Há 2 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais