Nubank tem nova função de doação para o combate ao coronavírus

O banco digital multiplicará os recursos doados por clientes para instituições que incluem o Hospital das Clínicas e a Cruz Vermelha Brasileira 

O Nubank acaba de criar um botão de doações para contribuir com a luta contra o coronavírus. Os clientes do banco digital poderão usar o aplicativo para destinar recursos a diversas instituições, como Action Aid, Ação da Cidadania, Cruz Vermelha Brasileira e Hospital das Clínicas de São Paulo. 

As doações serão feitas pelos clientes e a fintech criou um movimento solidário entre seus colaboradores para incentivar essa ação. A empresa multiplicará essas doações. Quando o volume total doado pelos clientes chegar a 100.000 reais, o Nubank também destinará a mesma quantia a cada uma das organizações, totalizando 500.000 reais doados.

As doações podem ser feitas por uma nova função do aplicativo, em seus valores fixos, R$ 5 a R$ 100. A quantia selecionada será descontada do limite do cartão de crédito e aparecerá na fatura aberta. 

"Desde o início da pandemia, estamos agindo para apoiar nossos clientes. Anunciamos a criação do nosso fundo de apoio 'Pessoas Primeiro', reduzimos juros e ampliamos os prazos de pagamento. Agora, convidamos nossos clientes a somar forças conosco nessa corrente do bem, ampliando a rede de apoio para gerar um impacto positivo a um número cada vez maior de pessoas", afirma David Vélez, CEO e fundador do Nubank, em nota. 

Essa não é a única ação da empresa durante a pandemia. Logo no início da quarentena em São Paulo, o Nubank afirmou que ajudaria a pagar compras e consultas médicas para seus clientes. O banco digital criou um fundo de 20 milhões de reais para apoiar seus clientes durante a crise do coronavírus. Os recursos vêm da verba de marketing da fintech e de outros ganhos de eficiência e custearão atendimento médico e psicológico remoto via vídeo, pedidos de supermercados e farmácias, entre outros serviços.

Para isso, fechou parcerias com empresas como o Hospital Sírio-Libanês, o aplicativo de atendimento psicológico Zenklub, as empresas de delivery iFood e Rappi, e o aplicativo de produtos de pet shop Zee.Dog.

Em abril, o Nubank anunciou que reduziu em 80% os juros da fatura parcelada do cartão de crédito. Dessa maneira, os clientes poderão parcelar o pagamento da fatura em até 12 vezes, com juros de 1,9% ao mês. A fintech também ampliou o prazo para pagamento do empréstimo pessoal. 

O Nubank anunciou para seus funcionários que o modelo de home office integral será mantido até o final de 2020. A decisão vale para todos os escritórios da empresa em São Paulo, Berlim, Cidade do México e Buenos Aires. A empresa, que já nasceu digital, precisou fazer algumas adaptações para entrar no modelo de home office. Entre elas, tornou digital seu processo de seleção e admissão de novos colaboradores, com mais de 155 contratações feitas remotamente.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.