México avança com planos de enfraquecer Slim

Reguladores tomaram os primeiros passos para enfraquecer a presença do empresário no setor de telecomunicações

Cidade do México - Os reguladores do setor de telecomunicações do México tomaram os primeiros passos para enfraquecer a presença de Carlos Slim no setor de telefonia, fixando planos para fazer a companhia de linhas fixas do bilionário dividir parte de sua rede.

A empresa America Móvil, de Slim, tem cerca de 80 por cento do mercado de linhas fixas por meio de sua unidade Telmex, e o Instituto Federal de Telecomunicações disse que o processo de abertura da rede da empresa começou.

O órgão foi criado no início deste ano, quando o governo deu ao regulador poderes para abrir o mercado de telefonia e radiodifusão a competidores.

A America Móvil, maior empresa de telecomunicações da América Latina, também tem cerca de 70 por cento do mercado de celular mexicano, e o governo pretende explorar todas as opções disponíveis para reduzir o poder de Slim na indústria.

O órgão disse em seu relatório trimestral que iniciou procedimentos por meio dos quais a operadora líder terá de compartilhar sua rede com concorrentes.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.