Acompanhe:
seloNegócios

Menu light: McDonald’s pode ter couve no cardápio

Redes de fast food buscam atrair um público mais jovem e preocupado com a saúde

Modo escuro

Continua após a publicidade

	Loja do McDonald’s: redes de fast food buscam atrair um público mais jovem e preocupado com a saúde
 (Michel Teo Sin/EXAME)

Loja do McDonald’s: redes de fast food buscam atrair um público mais jovem e preocupado com a saúde (Michel Teo Sin/EXAME)

K
Karin Salomão

Publicado em 10 de março de 2015 às, 17h58.

São Paulo - Logo depois que o Burger King anunciou a retirada de refrigerante do cardápio infantil, analistas de mercado apontam que o McDonald’s estuda incluir couve nos seus produtos. O Dunkin’ Donuts também anunciou a retirada de uma substância que pode ser perigosa do seu açúcar.

Janney Capital Markets, uma firma de analistas de Wall Street, afirmou que “uma das nossas fontes da indústria disse que o McDonald's nos Estados Unidos planeja lançar couve como um ingrediente em seus restaurantes, em um futuro não tão distante”. 

O analista Mark Kalinowski sugeriu que a folha, que está ganhando popularidade nos Estados Unidos poderia ser usada nos hambúrgueres ou em smoothies.

O porta-voz da empresa nem negou e nem confirmou os boatos, mas disse que, a empresa “continua ouvindo seus consumidores e que estamos sempre procurando por ingredientes novos e diferentes que eles possam gostar”.

No entanto, um comercial da rede, divulgado em janeiro, ironiza vegetarianos, afirmando que não se consegue a suculência de seus hambúrgueres com soja e que a alface do seu famoso Big Mac nunca será couve.

No início de março, a companhia anunciou que irá gradualmente parar de comprar carne de frango que recebeu antibióticos para combater infecções humanas.

A política do McDonald's começará no centro de incubação, onde às vezes os pintinhos recebem antibióticos ainda no ovo.

Cardápio infantil

O Burger King, a segunda maior rede de hambúrgueres do mundo, retirou os refrigerantes dos menus infantis seguindo passos similares de alguns de seus principais concorrentes. A bebida será substituída por leite desnatado, suco de maçã e leite com chocolate semidesnatado.

A empresa decidiu introduzir as novas mudanças como parte de seus “esforços para oferecer aos consumidores opções que concordem 

“Isto ajudará as crianças a comer melhor, porque o refrigerante é a principal fonte de calorias na dieta de muitos deles”, disse após o anúncio a diretora do grupo Center for Science in the Public Interest, Margo Wootan.

Doces

A Dunkin' Donuts irá retirar dióxido de titânio de seu açúcar confeiteiro, depois de ser pressionada por ativistas.

O grupo As You Sow argumentou que a substância não era segura para consumo humano, podendo causar danos no DNA, e que não há informações o suficiente para saber o seu efeito exato.

O dióxido de titânio é usado para fazer o açúcar parecer mais brilhante e também pode ser encontrado em protetor solar e tintas.

Últimas Notícias

Ver mais
Ex-sócio de Donald Trump, Ricardo Bellino prepara o seu próprio IPO e quer captar R$ 15 milhões
seloNegócios

Ex-sócio de Donald Trump, Ricardo Bellino prepara o seu próprio IPO e quer captar R$ 15 milhões

Há 7 horas

Sem mãos na máquina: empresa de SC vai investir R$ 1 bilhão para automatizar a "costura" no mundo
seloNegócios

Sem mãos na máquina: empresa de SC vai investir R$ 1 bilhão para automatizar a "costura" no mundo

Há 7 horas

De olho nas tendências, JBS promete novidades na maior feira de alimentos e bebidas do mundo
seloNegócios

De olho nas tendências, JBS promete novidades na maior feira de alimentos e bebidas do mundo

Há 10 horas

Oggi, a 'sorveteria de bairro' com picolés de R$ 1,50, fatura R$ 850 milhões e mira primeiro bilhão
seloNegócios

Oggi, a 'sorveteria de bairro' com picolés de R$ 1,50, fatura R$ 850 milhões e mira primeiro bilhão

Há 14 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais