Mattel demite presidente e alerta para queda nas vendas

Empresa nomeou o ex-executivo da PepsiCo Christopher Sinclair como presidente do Conselho e presidente-executivo interino

A Mattel, fabricante das bonecas Barbie e dos brinquedos Fisher-Price, demitiu o presidente-executivo e presidente do Conselho Bryan Stockton e alertou que as vendas caíram 6 por cento no quarto trimestre.

As ações da companhia chegaram a cair 11 por cento, para a mínima em três anos.

A Mattel nomeou o ex-executivo da PepsiCo Christopher Sinclair como presidente do Conselho e presidente-executivo interino.

A empresa tem sido duramente atingida nos últimos anos, com a boneca Barbie caindo em desgraça entre meninas, que estão preferindo brinquedos eletrônicos como tablets, relógios e bonecos inspirados no filme de animação da Walt Disney "Frozen".

Stockton tinha sido CEO da Mattel desde janeiro de 2012 e foi nomeado presidente do Conselho em 2013.

Sinclair é atualmente membro do conselho da Mattel.

A Mattel estimou que as vendas líquidas mundiais caíram para 1,99 bilhão de dólares no trimestre encerrado em 31 de dezembro, afetado por um dólar mais forte.

As vendas da Barbie vêm caindo há quase três anos, movimento que outras bonecas da Mattel, como Monster High e American Girl, não conseguiram compensar.

Em 2009, Barbie foi responsável por mais de um quarto do mercado de bonecas e acessórios nos Estados Unidos, fatia que caiu para 19,6 por cento em 2013.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também