Negócios

Lucro da Raízen sobe e supera R$ 1 bilhão

Lucro é 8,4% maior do que os R$ 949,7 milhões do mesmo período no ano anterior (terceiro trimestre da safra, encerrado em 31 de dezembro)

Raízen: joint venture da Cosan e Shell teve Ebitda 20% menor (Ricardo Teles/Divulgação)

Raízen: joint venture da Cosan e Shell teve Ebitda 20% menor (Ricardo Teles/Divulgação)

EC

Estadão Conteúdo

Publicado em 16 de fevereiro de 2017 às 10h28.

São Paulo - A Raízen, joint venture entre Cosan e Shell, registrou lucro líquido atribuível a acionistas controladores de R$ 1,03 bilhão no terceiro trimestre da safra 2016/17, encerrado em 31 de dezembro.

O montante é 8,4% maior na comparação com os R$ 949,7 milhões de um ano antes e leva em conta o resultado combinado da Raízen Energia e da Raízen Combustíveis.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado da companhia atingiu R$ 1,55 bilhão, 20,3% menos.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Acompanhe tudo sobre:BalançosLucroRaízen

Mais de Negócios

Fórmula secreta? Como a Disney reinventou sua gestão financeira para continuar no topo

Depois de faturar R$ 300 milhões no Brasil, a Asper quer combater crimes digitais nos Estados Unidos

Em masterclass gratuita, Marcelo Cherto ensina o passo a passo para abrir uma franquia de sucesso

Vai um hambúrguer aí? Mania de Churrasco fatura R$ 114 milhões com lanches

Mais na Exame