Lactalis quer arbitragem sobre acordo com BRF, diz fonte

A Lactalis, por meio da subsidiária Parmalat, comprou 11 fábricas de laticínios da BRF por 1,8 bilhão de reais em 2014

São Paulo – A francesa Groupe Lactalis pediu arbitragem contra a BRF, afirmando que se recusa a reconhecer responsabilidades tributárias e trabalhistas de várias fábricas vendidas pelo grupo brasileiro há três anos, afirmou uma fonte com conhecimento do assunto.

A Lactalis, por meio da subsidiária Parmalat, comprou 11 fábricas de laticínios da BRF por 1,8 bilhão de reais em 2014. Na época, as companhias concordaram em colocar parte do dinheiro em uma conta “escrow”, para garantirem o pagamento de potenciais custos trabalhistas e jurídicos prévios ao acordo de venda.

Segundo a fonte, a Lactalis e a Parmalat depositaram cerca de 370 milhões de reais como garantia. As duas empresas afirmam que as responsabilidades são relacionadas a questões de antes da aquisição das fábricas, uma alegação que a BRF não concorda, disse a fonte.

A BRF tem impedido tentativas da Lactalis e Parmalat de acessarem a conta como forma de recuperar o custo das responsabilidades, disse a fonte. Como resultado, o grupo francês recorreu à Câmara de Comércio Brasil-Canadá para resolver a disputa por meio de arbitragem, afirmou a fonte.

Representantes da BRF não comentaram o assunto. Parmalat e Lactalis não se manifestaram de imediato.

Em meio à disputa com a BRF, a Lactalis fez uma oferta menor pela Vigor, dos grupos J&F e JBS, disse a fonte. A Vigor acabou sendo vendida para a mexicana Grupo Lala na semana passada.

A oferta da Lala avaliou a Vigor como valendo 5,7 bilhões de reais e a oferta da Lactalis atribuía um valor de 4,8 bilhões de reais à Vigor, disse a fonte.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

ATENÇÃO: Mudança na sua assinatura da revista EXAME. A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos apenas uma edição por mês. Saiba mais