Negócios

Kroton/Anhanguera prometem vender duas instituições

As duas empresas ainda assumiram, com o ACC, o compromisso de limitar o número de alunos que poderá ser captado por suas bandeiras em determinados cursos EAD


	Anhanguera: acordo inclui alienar 2 instituições que dão cursos presenciais em Rondonópolis e Cuiabá
 (Kiko Ferrite/EXAME.com)

Anhanguera: acordo inclui alienar 2 instituições que dão cursos presenciais em Rondonópolis e Cuiabá (Kiko Ferrite/EXAME.com)

DR

Da Redação

Publicado em 14 de maio de 2014 às 15h47.

São Paulo - A Kroton e a Anhanguera informam que o Acordo em Controle de Concentrações (ACC) fechado nesta quarta-feira, 14, com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) inclui, além da obrigação de vender a Uniasselvi, alienar também outras duas instituições de ensino superior que oferecem cursos presenciais em Rondonópolis e Cuiabá.

As duas empresas ainda assumiram, com o ACC, o compromisso de limitar o número de alunos que poderá ser captado por suas bandeiras em determinados cursos EAD em 48 municípios específicos, até 2017.

"Além disso, e pelo mesmo período, as companhias se comprometeram a não utilizar concomitantemente suas bandeiras para captar novos alunos em determinados cursos EAD em municípios nos quais ambas venham a atuar", afirmam em fato relevante divulgado hoje.

De acordo com as empresas, com relação aos cursos EAD/municípios não afetados pelo compromisso, as atividades de Unopar e Uniderp permanecem inalteradas, inclusive no que se refere a seus respectivos planos de expansão.

"As companhias também assumiram o compromisso de investir na capacitação de professores e tutores, reiterando seu compromisso contínuo de oferecer ensino de qualidade a seus alunos."

Acompanhe tudo sobre:Anhanguera EducacionalCadeCogna Educação (ex-Kroton)EmpresasEmpresas abertasEnsino superiorFusões e AquisiçõesSetor de educação

Mais de Negócios

40 franquias baratas para quem quer deixar de ser funcionário a partir de R$ 2.850

Ele cansou de trabalhar em telecom. Agora, faz mais de R$ 1 mi com franquia de serviços automotivos

“É função dos empresários iniciar um novo RS”, diz CEO da maior produtora de biodiesel do país

Na Prosegur, os candidatos são avaliados pela simpática Rose, a chatbot do grupo

Mais na Exame