Negócios

Grupo Sharp é comprado pela Hon Hai/Foxconn

A negociação será realizada mediante uma emissão especial de ações da Sharp, no valor de 489 bilhões de ienes (4,34 bilhões de dólares)


	Bandeira da empresa Sharp: o anúncio foi mal recebido pelos investidores, descontentes com a ampliação de capital
 (Tim Kelly/Reuters)

Bandeira da empresa Sharp: o anúncio foi mal recebido pelos investidores, descontentes com a ampliação de capital (Tim Kelly/Reuters)

DR

Da Redação

Publicado em 25 de fevereiro de 2016 às 14h00.

O grupo japonês Sharp, há muito tempo à beira da falência, aceitou nesta quinta-feira uma oferta de compra da Hon Hai/Foxconn, de Taiwan, na primeira aquisição de um gigante japonês da eletrônica por uma empresa estrangeira.

A Hon Hai e várias de suas filiais, entre as quais a Foxconn, vão assumir 65,91% do capital da Sharp, segundo a empresa japonesa em documentos entregues à Agência de Serviços Financeiros (FSA), consultados pela AFP.

A negociação será realizada mediante uma emissão especial de ações da Sharp, no valor de 489 bilhões de ienes (4,34 bilhões de dólares).

Segundo a imprensa, a operação poderá totalizar 700 bilhões de ienes, se levado em conta o montante da dívida da Sharp.

O anúncio foi mal recebido pelos investidores, descontentes com a ampliação de capital.

A cotação da Sharp foi suspensa temporariamente na Bolsa de Tóquio e suas ações fecharam com uma queda de quase 15%.

Acompanhe tudo sobre:ÁsiaEmpresasEmpresas chinesasEmpresas japonesasempresas-de-tecnologiaFoxconnSharpTaiwan

Mais de Negócios

A startup que pretende usar um fundo de R$ 150 milhões para salvar negócios no Rio Grande do Sul

Como a Amazon quer fazer pequenos e médios negócios brasileiros venderem nos Estados Unidos

Francal se transforma em ecossistema para eventos e apresenta novo hub de negócios

10 franquias baratas de limpeza para empreender a partir de R$ 27 mil

Mais na Exame