Negócios

Greve de pilotos custou 40 mi de euros para a Air France

Segundo dados divulgados nesta sexta-feira pela companhia aérea, o tráfego global de passageiros diminuiu 2,1% em relação a junho do ano passado


	Air France: o grupo franco-holandês transportou 8,24 milhões de pessoas no mês passado e a taxa de ocupação de seus aviões foi de 85,5%
 (Balint Porneczi/Bloomberg)

Air France: o grupo franco-holandês transportou 8,24 milhões de pessoas no mês passado e a taxa de ocupação de seus aviões foi de 85,5% (Balint Porneczi/Bloomberg)

DR

Da Redação

Publicado em 8 de julho de 2016 às 08h12.

Paris - A greve de pilotos da Air France-KLM no mês de junho custou 40 milhões de euros ao grupo franco-holandês que comanda a companhia no resultado operacional e teve também um impacto negativo no tráfego de passageiros.

Segundo dados divulgados nesta sexta-feira pela companhia aérea, o tráfego global de passageiros diminuiu 2,1% em relação a junho do ano passado, com um claro contraste entre a filial de baixo custo Transavia, que teve um crescimento de 8,3%, e o resto da atividade, que registrou quedas.

No caso da Transavia, a progressão é explicada pelo desenvolvimento de suas atividades na França e na base de Munique.

No total, o grupo franco-holandês transportou 8,24 milhões de pessoas no mês passado e a taxa de ocupação de seus aviões foi de 85,5%.

Quanto ao transporte de mercadoria, o tráfego regrediu 9,4%, e o nível de enchimento de seus aviões manteve-se em 57,2%, 2,8 pontos percentuais a menos que no ano anterior.

Acompanhe tudo sobre:Air France-KLMcompanhias-aereasEmpresasEmpresas francesasGreves

Mais de Negócios

Problemas complexos estão travando a sua empresa? Veja 5 dicas para gerenciá-los

Ele vendia trufas e hoje fatura R$ 80 milhões com a maior rede de pilates da América Latina

Ronaldo pode vender clube espanhol por um quarto do valor embolsado com o Cruzeiro

Mora no exterior e quer doar recurso ao RS? Agora é possível através destas instituições financeiras

Mais na Exame