Negócios

Glencore e Vale desistem de combinar ativos de níquel

Negócio poderia ter gerado mais de 1 bilhão de dólares em economia por ano


	Níquel: empresas queriam ligar as unidades de extração e processamento de níquel
 (Getty Images)

Níquel: empresas queriam ligar as unidades de extração e processamento de níquel (Getty Images)

DR

Da Redação

Publicado em 2 de setembro de 2014 às 14h09.

Londres - As mineradoras Vale e Glencore romperam as negociações sobre uma junção de seus ativos de níquel no Canadá, em um negócio que poderia ter gerado mais de 1 bilhão de dólares em economia por ano, disseram fontes próximas do assunto.

As discussões sobre ligar as unidades de extração e processamento de níquel, vizinhas na região de Sudbury, no sudeste do Canadá, foram encerradas em grande medida devido ao desacordo sobre como compartilhar os custos e as economias e às preocupações sobre reações do governo e de sindicatos ante demissões e fechamentos, disseram as fontes.

Glencore e Vale não quiseram comentar.

Acompanhe tudo sobre:EmpresasEmpresas abertasEmpresas brasileirasEmpresas suíçasGlencoreGlencore XstrataMineraçãoNíquelSiderúrgicasVale

Mais de Negócios

Em masterclass gratuita, Marcelo Cherto ensina o passo a passo para abrir uma franquia de sucesso

Vai um hambúrguer aí? Mania de Churrasco fatura R$ 114 milhões com lanches

Cauã Reymond, Deborah Secco e mais: ‘Netflix da publicidade' fatura R$70 mi levando famosos até PMEs

Dia dos Namorados: pequenas e médias empresas online faturam R$ 262,5 milhões na data, alta de 35%

Mais na Exame