Acompanhe:
Apresentado por BANCO DO NORDESTE
seloNegócios

“A geração de energia caminha lado a lado com o desenvolvimento econômico”, diz Paulo Câmara

Em entrevista, o presidente do Banco do Nordeste fala sobre a facilitação de crédito para iniciativas sustentáveis e capazes de atrair investimentos para a região

Modo escuro

Continua após a publicidade
Paulo Câmara, presidente do Banco do Nordeste: BNB permanecerá dando suporte a iniciativas que promovam a produção de energia a partir de fontes renováveis, incluindo o hidrogênio verde (BANCO DO NORDESTE/Divulgação)

Paulo Câmara, presidente do Banco do Nordeste: BNB permanecerá dando suporte a iniciativas que promovam a produção de energia a partir de fontes renováveis, incluindo o hidrogênio verde (BANCO DO NORDESTE/Divulgação)

Sol o ano todo e ventos constantes são algumas das características que impulsionam o desenvolvimento da Região Nordeste como protagonista da mudança da matriz energética do Brasil. Somados, os estados que compõem essa porção do território brasileiro são responsáveis por produzir 82,3% de energia solar e eólica do país.

Essa vocação para se tornar um polo da produção de energia renovável é um dos fatores que têm levado o Banco do Nordeste (BNB) a promover o desenvolvimento sustentável da região, por meio do financiamento de iniciativas alinhadas com esse propósito.

“A região tem demonstrado avanços nesse setor, e o BNB permanecerá dando suporte a iniciativas que promovam a produção de energia à base de fontes renováveis, incluindo o hidrogênio verde”, adianta Paulo Câmara, presidente do Banco do Nordeste, que, nos últimos cinco anos, investiu mais de R$ 30 bilhões em projetos de energia renovável na região.

A seguir, Câmara detalha como a atuação do banco, por meio da oferta de linhas de crédito com taxas de juro e prazos de pagamento entre os mais competitivos do mercado, tem contribuído para a concretização desse objetivo.

EXAME Solutions – O Banco do Nordeste vem criando possibilidades de crédito, de orientação e qualificação de parte de seus tomadores. Qual é o principal objetivo desse tipo de incentivo?

Paulo Câmara – Queremos desenvolver social e economicamente nossa área de atuação, que inclui a Região Nordeste e parte de Minas Gerais e do Espírito Santo, assim como reduzir desigualdades intra e inter-regionais. O crédito surge como instrumento catalisador desse desenvolvimento, abrangendo todos os segmentos econômicos. Os financiamentos do BNB contemplam desde o microcrédito produtivo e orientado, no campo e na cidade, com Agroamigo e Crediamigo, maiores programas de microfinanças da América Latina, passando pelo apoio a empresas de todos os portes, até grandes projetos estruturantes. Em relação à infraestrutura, o destaque tem sido o apoio a iniciativas voltadas para a geração de energia limpa, sobretudo solar e eólica.

Quais são as vantagens de se contratar uma linha de crédito junto ao BNB?

As vantagens incluem acesso a crédito com condições favoráveis. Trabalhamos, essencialmente, com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), que nos são repassados pela União Federal e nos permitem oferecer taxas de juro e prazos de pagamento que estão entre os mais competitivos do mercado. Contamos também com uma equipe de funcionários altamente qualificada para avaliação desses projetos, uma das maiores forças de nossa instituição.

Futuro verde: os financiamentos do BNB estimulam a geração de energia renovável na Região Nordeste (BANCO DO NORDESTE/Divulgação)

O BNB desenvolveu um Programa de Sustentabilidade, que só libera linhas de crédito mediante o compromisso com práticas socioambientais responsáveis. Como ele funciona?

O compromisso do BNB com as questões sociais e ambientais reflete a consciência da importância do desenvolvimento equilibrado, assegurando que suas ações estejam alinhadas com a sustentabilidade. Entre os princípios de nossa Política de Responsabilidade Social, Ambiental e Climática, destacam-se o apoio à inovação social e tecnológica no semiárido, o respeito à diversidade, equidade e inclusão nos negócios, e o suporte à transição para uma energia de baixo carbono. Esse comprometimento demonstra o papel fundamental do BNB na construção de um futuro mais sustentável e equitativo. Ao priorizar esses valores, o banco contribui para o desenvolvimento da região e para a construção de um legado duradouro de responsabilidade e progresso.

Como esses programas de crédito podem ajudar a estimular ainda mais a geração de energia limpa e a atração de investidores?

A geração de energia caminha lado a lado com o desenvolvimento econômico. Nesse sentido, os financiamentos do BNB desempenham um papel crucial ao estimular a geração de energia renovável na Região Nordeste, aproveitando todo seu potencial, que inclui sol o ano todo e ventos constantes. Esses programas não apenas impulsionam o setor mas também atraem empresas e entidades interessados em contribuir para a transição energética ou mesmo investir na economia regional. O Nordeste possui um grande potencial para desenvolver-se como líder na geração de energia limpa no Brasil. A região tem demonstrado avanços nesse setor, e o BNB permanecerá dando suporte a iniciativas que promovam a produção de energia partindo de fontes renováveis, incluindo o hidrogênio verde.

Nos últimos cinco anos, o BNB investiu mais de R$ 30 bilhões em projetos de energia renovável na região (e a previsão era de investir outros R$ 10 bilhões em 2023). Qual é a projeção para os próximos anos?

Nos próximos anos, devemos seguir essa trajetória de crescimento, com possibilidade de ampliação dos recursos para fortalecer ainda mais nossas ações. Estamos em busca de novos fundings para atendermos a uma demanda crescente. Nesse sentido, parcerias são fundamentais para ampliar a capacidade de financiamento e alavancar os projetos de desenvolvimento regional. Exemplos disso são as que temos firmado com organismos multilaterais, como a Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD), com quem assinamos acordo de € 150 milhões (aproximadamente, R$ 798,3 milhões) para investimentos em infraestrutura.

Alguns programas do BNB têm, em comum, justamente o fato de sinalizarem demandas prioritárias da região, correto?

O Banco do Nordeste tem ampliado seu protagonismo no desenvolvimento do Nordeste, criando possibilidades de crédito, de orientação e qualificação de parte de seus tomadores. Por meio do FNE Proinfra, o BNB financia implantação, ampliação, modernização de empreendimentos estruturantes, incluindo geração de energia, portos, aeroportos, saneamento e rodovias. As taxas de juro são as mais competitivas do mercado, já que contam com recursos do FNE. A depender da finalidade, o prazo de pagamento poderá se estender até 34 anos.

Sobre o FNE Verde, essa linha de crédito, com prazo de pagamento de até 12 anos, tem o objetivo de desenvolver atividades que favoreçam a preservação, a conservação, o controle e a recuperação do meio ambiente, com foco na sustentabilidade e na competitividade das empresas e cadeias produtivas. Entre os projetos financiáveis estão os voltados para recuperação ambiental e convivência com o semiárido, controle e prevenção da poluição e degradação ambiental, redução de gases de efeito estufa e os de energia renováveis.

Já o FNE Sol contempla projetos de micro e minigeração de energia elétrica por fontes renováveis, inclusive para residências, financiando todos os componentes de sistemas fotovoltaicos, eólicos, de biomassa ou pequenas centrais hidrelétricas. Para pessoas físicas, o prazo de pagamento é de até oito anos, sendo que a vida útil das placas pode chegar a 25 anos, o que se configura em uma enorme vantagem para quem deseja investir nessa tecnologia. Além disso, o valor da parcela do financiamento chega a ser inferior ao que se paga habitualmente para as empresas fornecedoras de energia elétrica.

Gostaria de deixar uma mensagem final sobre o posicionamento do banco?

O comprometimento do Banco do Nordeste com a vanguarda da transformação energética no país o posiciona como um parceiro estratégico para impulsionar iniciativas que promovam a transição para fontes de energia limpa. Além de fortalecer a matriz energética nacional, essa abordagem cria uma base sólida para oportunidades de negócios ambientalmente responsáveis. Prevê-se um crescimento econômico superior à média nacional na próxima década na região nordestina, impulsionado por diversos investimentos públicos e privados. Optar pelo Nordeste é se alinhar a esse movimento promissor.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
96% dos estagiários consideram a experiência fundamental para o desenvolvimento profissional
seloApresentado por CIEE

96% dos estagiários consideram a experiência fundamental para o desenvolvimento profissional

Há 3 horas

Ricardo Bellino leva líderes empresariais ao mosteiro Zen para aprender nova abordagem de liderança
seloApresentado por SCHOOL OF LIFE

Ricardo Bellino leva líderes empresariais ao mosteiro Zen para aprender nova abordagem de liderança

Há 2 dias

Em expansão no Brasil, Globant é classificada como marca de TI com crescimento mais rápido do mundo
seloApresentado por GLOBANT

Em expansão no Brasil, Globant é classificada como marca de TI com crescimento mais rápido do mundo

Há 6 dias

Com normas, certificações e ensaios a NSF fortalece sua operação no Brasil
seloApresentado por NSF

Com normas, certificações e ensaios a NSF fortalece sua operação no Brasil

Há uma semana

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais