Funcionário de siderúrgica na Faria Lima é diagnosticado com coronavírus

A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) informou, em comunicado interno, que o colaborador está bem e com sintomas leves

São Paulo — Um funcionário da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), que trabalha na sede em São Paulo, foi diagnosticado com o novo coronavírus.

A empresa divulgou um comunicado interno afirmando que o colaborador, que atua na unidade da Faria Lima, passa bem e apresenta sintomas leves.

A região é um dos principais polos econômicos e financeiros da cidade, e concentra escritórios de centenas de empresas.

A CSN pediu aos outros funcionários que sigam as orientações do Ministério da Saúde sobre higiene para prevenir a disseminação do Covid-19.

A empresa é a terceira na capital paulista a informar sobre funcionários contaminados. Na última semana, a XP Investimentos também divulgou um comunicado interno afirmando que um colaborador, que esteva em viagem à Itália, foi diagnosticado com o vírus e ficaria em quarentena.

Já a Mastercard decidiu fechar o escritório em São Paulo após um funcionário contrair a doença. O empregado trabalhava no Brasil, mas havia visitado um outro escritório da empresa no estado de Nova York. O local fica na cidade de Purchase e também foi temporariamente fechado.

Casos no Brasil

Na tarde desta terça-feira (10), o Ministério da Saúde confirmou que há 34 casos positivos de coronavírus no país. No último dado eram 25 casos. O total de suspeitos caiu de 930 para 893.

Mais cinco novos casos foram registrados no Rio de Janeiro, que agora tem um total de oito. Já o Rio Grande do Sul apresentou o primeiro paciente infectado pelo novo coronavírus. São Paulo, com 19 casos confirmados, ainda é o Estado com o maior número de contaminados.

Na Bahia há dois. Alagoas, Espírito Santo, Minas Gerais e Distrito Federal têm um caso confirmado cada.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.