Ford contrata 500 engenheiros em centro de desenvolvimento na Bahia

Agora, 1,5 mil pessoas trabalham no desenvolvimento de tecnologias aplicadas em carros da Ford em todo o mundo a partir do centro tecnológico na Bahia
 (Ford/Divulgação)
(Ford/Divulgação)
Por Estadão ConteúdoPublicado em 24/05/2022 20:12 | Última atualização em 24/05/2022 20:12Tempo de Leitura: 1 min de leitura

A Ford anunciou nesta terça-feira que contratou desde o fim do ano passado 500 engenheiros e especialistas no centro de desenvolvimento em Camaçari, na Bahia.

Agora, 1,5 mil pessoas trabalham no desenvolvimento de tecnologias aplicadas em carros da Ford em todo o mundo a partir do centro tecnológico na Bahia, preservado em meio ao desmonte das operações industriais da multinacional americana no Brasil.

Assine a EMPREENDA e receba, gratuitamente, uma série de conteúdos que vão te ajudar a impulsionar o seu negócio.

O centro de desenvolvimento, que trabalha em conjunto com equipes dos Estados Unidos e onde também são desenvolvidos projetos de carros montados na Argentina e no México, foi deslocado para dentro do complexo do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) em Camaçari após a desativação da fábrica da Ford no município.

A unidade, que produzia o utilitário esportivo EcoSport e o hatch Ka, segue à venda.

Na semana passada, a montadora fechou acordo com a construtora São José Desenvolvimento Imobiliário para a venda da fábrica de Taubaté, no interior de São Paulo, onde eram fabricados motores.

(Estadão Conteúdo)